SALA DE LEITURA DA EAT

SALA DE LEITURA DA EAT
Vê-se CS Lewis no Quadro Central, ladeado por seus livros, o Busto de MacDonald à direita e a "Vela do Saber" acesa.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

"Bullying": Roleta russa da infância dos demônios...



Os efeitos do bullying vão muito além do que pode supor a nossa vã filosofia! São abismos e desfiladeiros profundos na alma humana que arrancam a paz e promovem a desesperança, e são bem poucas as almas que passam por ele e se saem bem, ou sem grandes traumas, até onde se pode investigar o abismo “visitado”. No mínimo que se pode dizer, o bullying foi uma ideia nascida no inferno (como diria o Padre Jonas Abib) e teve sua promulgação assinada por Belzebu na intenção de destruir, com dor física e psicológica, aquelas criaturinhas que Jesus considerou “donas do Céu” (Mateus 19,14). É claro que o bullying também tem sido praticado contra gente grande e até contra velhos! Mas a vítima mesmo, ideal para os demônios, são as crianças, sobretudo aquelas que nascem gordas ou magras demais, ou albinas, ou com orelha de abano, ou nariz grande ou com qualquer defeito visível, como no caso da menina da foto acima. Porque no caso desta, uma tremenda exceção tentou negar a regra da extrema violência subentendida no bullying, pois a garotinha conseguiu “sacudir a poeira e dar a volta por cima”, numa demonstração espiritual de riqueza interior raríssima, uma verdadeira raridade no mundo pós-moderno. Porquanto a obra dos diabos, manufaturada sob orientação de Satanás, era simplesmente para garantir máximo sofrimento às almas infantis, como ele fez contra as inocentes rãs de Perel, deixando-as sofrendo à luz do dia (se ele sente prazer na dor de uma rã, quanto mais não sentirá no padecimento das crianças!). E pior: só quem sofreu alguma espécie de bullying pode de fato saber DE QUE DOR estamos falando, pois esta específica dor imita direitinho a dor de Jesus na via sacra, pois nosso Salvador também sofreu bullying, e a Escritura diz que Ele foi cuspido, ofendido e desmoralizado perante todos, se tornando objeto das mais abjetas vexações! (Veja o que o Aurélio explica acerca do verbo “vexar” e terá uma pálida ideia da via crucis!). Logo, uma obra desse porte, a saber, a desmoralização do próprio Deus, só poderia mesmo advir das profundezas do inferno, e quanto mais perto de Deus uma alma está – como estão as almas das crianças – mais violento será o bullying e a sua dor respectiva. Tal padecer é tão medonho que até crianças chegam ao suicídio por viver tal experiência, e as estatísticas mal cobrem as grandes cidades americanas, incluindo o Brasil, o Ceará e minha Fortaleza! Aliás, este que vos escreve também sabe bem o que é o bullying por experiência própria, embora eu nunca tenha sabido por que meus dentes de coelho ou minha cara de “nerd” me faziam merecer tal destino, e por isso eu acabei entendendo a perseguição por causa da minha facilidade de arranjar amizade com as moças! (Os caras então deviam ficar furibundos de como um “imbecil” daqueles sentava no colo das mais lindas meninas de farda!). Enfim, é um labirinto de minotauro o mecanismo que leva uma turma de meninos ou meninas a maltratar outro(a) até o fim, até ao ponto de surgirem brigas entre estudantes, brigas às vezes até com mortes! Triste mundo este dominado por satã e seus asseclas, inventores de uma “tortura branca” como o bullying infantil. Pior, deixar o bullying sem punição é o mesmo que alimentar serpentes venenosas ou criar escorpiões dentro da cueca: um dia a picada vem e a morte é certa!

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Uma astronauta tenta relatar contato UFO e desmaia duas vezes!



Daqui só podemos ficar a especular sobre a estranhíssima ocorrência com a bela astronauta Heidemarie Stefanyshyn Piper em reunião logo após retorno de missão na Estação Espacial Internacional (esta ocorreu entre os dias 9 e 21 de setembro de 2006 e a coletiva em 22/9/2006), e que deixou toda a assistência chocada, e mais desconfiada ainda, com explicações rocambolescas como as que a NASA sempre inventa para que o público não desconfie e/ou não questione essas “estranhezas da pós-modernidade”. Para que nossos leitores fiquem a par do referido acima, oferecemos o vídeo com a estranha ocorrência NESTE link e depois o nosso comentário final. Vamos a ele: os ufólogos sempre se especializam em “fuçar feito cães” atrás de fatos omitidos ou ocultados pelas agências espaciais e pela Força Aérea dos EUA, e nesta última investigação, eles descobriram que a tal missão STS-115 foi uma daquelas eivadas de ocorrências estranhas, ou de fenômenos anômalos no espaço, dos quais só se pode deduzir pelo avistamento e/ou contato imediato com alienígenas e naves espaciais “não classificadas”. Isto é ponto pacífico. Então, com efeito, se foi registrado que a tal missão foi alvo de ocorrências estranhas à ação humana na órbita da Terra, seriam os próprios astronautas envolvidos as principais personagens a explicar os dias no espaço, e por isso a astronauta Heidemarie foi escolhida, e pasmem, “por ser a mais tranqüila e equilibrada tripulante daquela missão”. Neste caso, a pergunta imediata que surge é a óbvia dedução: “Se a mais equilibrada tripulante desmaiou duas vezes na tentativa de contar o que viu, o que não terá acontecido com os outros?”... – Enfim, estamos diante de uma realidade tão medonha quanto as madrugadas de terror das mil e uma noites, e ninguém deveria se espantar de conclusões inquietantes sobre a presença alienígena entre nós, a qual percorre todos os ambientes humanos, desde a intimidade dos nossos lares até a mais elevada órbita em torno da Terra. O que teria visto Hildemarie? Pior: o que provocaria dois desmaios numa astronauta tão equilibrada, treinada e preparada para o imprevisível do espaço? Ora, não está claro para nós? Não está “na cara” o que ela pode ter testemunhado? Aqui está uma resposta que nos parece dedução obrigatória ou inevitável da Razão Lógica, e somente pessoas interessadas em esconder os fatos ou pessoas ignorantes falsamente chamadas de céticas poderiam não extrair do “vexame de Marie Piper” uma resposta aquém da grandeza do mistério. Que o Senhor lhes ilumine neste tempo de esquisitices mal contadas e lhes livre de enfrentar a realidade por trás delas (Mateus 10,26).

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

As notícias da Ufologia agora confundem-se com as da Parusia!



Lembrando com saudade profunda do ex-astronauta Edgar Mitchell (que foi para a glória em 4 de fevereiro deste ano), este BLOG vem apresentar o trecho mais tocante de uma sensacional entrevista de Mitchell a uma emissora norte americana, na qual o grande “viajante cósmico” desfila toda a verdade da presença alienígena na Terra, sem papas na língua e sem temer qualquer falácia de pânico nas massas (que agora até já esperam a revelação pública que o Governo ianque teima em não fazer ao seu próprio povo pagador de impostos – povo que está vendo todo dia mistérios nos céus de todo o mundo!). Com efeito, a conversa aqui apresentada é tão clara e de implicações tão profundas que somente o leitor assistindo a ESTE vídeo poderá ter uma ideia do quanto a Humanidade foi ALIENADA até o pescoço com o sucesso do Cover-up militar-governamental, que vitimou a verdade por trás de todas as tentativas de pesquisa dos milhares de ufólogos dentro e fora dos EUA. Mitchell, assim, mostra também o quanto é um crente em Jesus Cristo, sobretudo se considerarmos que muitas pessoas pertencem a Deus mas não são “crentes”, no sentido protestante, do termo (Lucas 3,8b), e age como crente quando tenta, contra tudo e contra todos, revelar os segredos que Deus prometeu revelar nos últimos dias (Mateus 10,26). Isto basta para pontuar a importância de tal entrevista para toda a raça humana, que não pode mais continuar sua caminhada terreal sem a necessária luz da verdade ufológica. Aliás, bem de propósito, outras vozes têm se levantado nesta geração para espalhar coisas realmente espantosas (a maioria tentando obstaculizar a crença em alienígenas), mas até nessas horas saem derrotados pela verdade, pois esta se contorce e dá o bote, encorajando perguntas que o entrevistado não planejou responder. Foi o que aconteceu com um programa da NASA que veiculou a noção de que a Agência nunca pôde, pasmem,  “ir além da órbita baixa da Terra”, esquecendo (ou sendo traído pela língua mentirosa) que a própria NASA levou astronautas à Lua, e portanto, muito além da órbita baixa! (Confira esta loucura NESTE link por um vídeo da ODD-TV). Pior, se a Agência estaria dizendo hoje que AGORA NÃO PODE MAIS VOLTAR À LUA (ou mesmo ir além da órbita baixa), então pergunto: isto não é prova de que os alienígenas de fato dominam tudo? Porquanto se a NASA um dia levou gente para o nosso satélite e AGORA não pode mais fazê-lo, não fica explícito a “proibição” de voos supra-orbitais por parte dos “chefões extraterrestres”??? Tss-tss... Eita agenciazinha fraudulenta esta NASA hem?

sábado, 10 de dezembro de 2016

Nem Cristo consegue pregar hoje sem falar em UFOs




A própria Teologia Cristã já precisa, hoje em dia, incorporar um novo capítulo às suas disciplinas teológicas, sob pena de não fazer frente à realidade crua dos fatos, mesmo que a dita “Ciência Oficial” ainda não esteja a endossar os milhões de avistamentos ao redor do mundo, nos quais estão até depoimentos de ex-ministros de Estado e cientistas “não alinhados”. A coisa já andou de tal modo que poucas vezes acessamos canais de vídeo ou canais por assinatura e não nos deparamos, diariamente, com programas e documentos onde o assunto “ufologia” não seja o foco ou a base, e por isso fica difícil a qualquer pregador, sejam padres, pastores ou outros líderes cristãos, explicitar e explicar a Revelação de Deus sem abordar a estranha realidade dos fenômenos aéreos anômalos, para dizer o mínimo. Assim sendo, nem podemos nos delongar muito nesta introdução “panorâmica”, e sabemos que somente uma boa leva de exemplos poderão esclarecer melhor este argumento, e por isso vamos oferecer 6 (seis) casos sintomáticos do estado atual do mundo. Senão vejamos:
(1) Pergunte-se aqui: Alienígenas teriam respondido a uma mensagem da NASA? Provavelmente SIM. Com toda certeza provável. Sem levar em conta os erros e heresias de uma fonte espírita, ESTE vídeo merece toda a nossa atenção. Sua mensagem é portentosa e inquietante.
(2) Alienígenas foram filmados de verdade? O ufólogo J. Jaime reconhece que ESTE vídeo é antigo, desde os tempos da lista “Terráqueos”, mas foi muito desmistificado naqueles tempos (talvez hoje possamos vê-lo com outros olhos, pois na época o Cover-up disse que se tratava de “bonecos”).
(3) Médico socorre alienígenas acidentados em uma estrada? Sei não. “A coisa tá ficando braba”, como dizem os matutos. Vale a pena conferir ESTE vídeo, pois o cara – a testemunha presencial – em nenhum momento parece enrolar ninguém, e não dá o menor sinal de estar mentindo. Confiram.
(4) Até um ex-presidente dos EUA revela a existência de UFOs e ainda confessa a grande teia mundial de acobertamento do assunto, em plena cerimônia oficial (veja ESTE vídeo impressionante).
(5) Até o programa “Fantástico” da Rede Globo escancarou tudo, numa emissora que costuma estar sempre combinada com os agentes do Cover-up para encobrir a verdade, e não para revelá-la. NESTE caso, o programa se reveste de alta credibilidade, e fica quase impossível negar os fatos, dada a seriedade dos testemunhos e o valor moral das testemunhas.
(6) Enfim, até o Vaticano já escancarou sua crença “científica” em ETs, ao ponto do Papa Francisco assegurar que eles estão chegando! (Pode?): Confira AQUI e pasme.
Isto basta. Não há mais como negar que nestes últimos tempos Deus cercou a Teologia com revelações bombásticas, prometidas há milênios (Mateus 10,26), e está como que forçando a barra para que seus pregadores arranjem espaço para a ufologia em suas pregações, tendo até a sagacidade de conduzir,  para o aprisco do Senhor, aquelas almas que se fascinam com os misteriosos “girantes” (Ez 10,13), no meio das quais certamente Deus encontrará muitos filhos adotivos para o seu Reino. Enfim, que a grande vitória do Senhor esteja às portas!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Astrobiólogo sugere que ETs estão ao nosso redor e controlam tudo



Dentre as inúmeras notícias que escancaram os sinais do Apocalipse na nossa geração estão aquelas relacionadas à Ufologia, uma paraciência da qual nenhum estudioso dos sinais proféticos pode prescindir (uma vez que ela englobaria todos os estudos dos chamados eventos espaciais anômalos, nos quais se incluem aparições de anjos, corpos celestes estranhos e outros mistérios: esta é a razão porque esta Escola sempre estudou as duas coisas juntas, a saber, a Teologia e a Ufologia, à luz do que fizeram outros grandes cristãos, como CS Lewis, JB Phillips, etc.). Agora recentemente, até homens ditos “de ciência” têm vindo a público “espantar” o mundo com suas bombásticas revelações, como foi o caso do ex-ministro de Estado do Canadá, Paul Hellyer, que afirmou, em plena reunião da ONU, estarem os discos voadores no comando do mundo, mais concretos que nossos aviões a jato (confira AQUI o seu inquietante discurso). Outro caso perturbador que repercutiu nos altos círculos foi o do ex-agente da Marinha dos EUA, o militar aposentado Robert O. Dean, o qual botou a boca no trombone e chegou a contar até que os militares já estão de posse de provas da descoberta da “Arca de Noé”, a qual chamaram de “Anomalia do Ararat” (confira um trecho de sua entrevista NESTE link). Porém, a mais recente notícia neste sentido que nos chegou veio de Caleb Scharf, diretor de Astrobiologia da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, o qual diz, sem papas na língua, que são os ETs que controlam tudo, inclusive o Sol e a Terra (confira um resumo da matéria AQUI). E ao final, a rigor, sua “revelação” trata basicamente de configurar a chamada “Matéria Escura” como um grande “organismo” controlador de tudo (interpretando as palavras dele), coisa que não diverge nem um pouco daquilo que CS Lewis apresentou em sua Trilogia Espacial, a saber, um universo 100% habitado por vidas tementes a Deus, as quais são governadas, protegidas e controladas por anjos e arcanjos, cujos corpos são literalmente gigantescos como os corpos das estrelas! (No meio delas, estaria em movimento e controle total o próprio Espírito do Senhor, o qual não deixaria o Universo se desintegrar, pelo menos até que o Senhor – Deus-pai – determine o seu fim, quando então começará de vez a História Verdadeira das bem aventuradas almas moradoras do Reino Eterno do Senhor – que não seria um Reino tridimensional e sujeito aos riscos da entropia universal). Duas dessas estrelas Lewis mostrou até nas “Crônicas de Nárnia”, quando apresentou Ramandu e sua filha para seus leitores, deixando claro que se tratava de estrelas de Deus, a serviço dos exércitos celestiais. Enfim, a beleza da Verdade parece transparecer aos nossos olhos, e não é de admirar que a própria Ciência e os homens públicos mais sérios do mundo estejam a discursar sobre a verdadeira natureza da realidade, denunciando aquilo que os governos e os militares teimam em esconder da Mídia de massas. Por tudo, está a raiar o dia em que tudo será descoberto, como Jesus revelou em sua Palavra (Mateus 10,26). Maranata!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

“Todas as notícias estão falando do Apocalipse!”...



Não sabemos que espécie de circunstância Deus planejou ou anteviu para nós desta geração perversa e corrupta, ou qual a utilidade prática de deixar a Humanidade inteira viver este período de incertezas e angústias, ao qual Deus teria adicionado o fator salvador incorporado aos castigos da Queda de Adão. Aliás, por falar nisso, não haveria outra resposta lógica para o Senhor permitir que o sofrimento dos maus atingisse também as boas almas ainda restantes (pelo menos as almas de muitas criancinhas poderíamos dizer que seriam “boas”, já que Jesus disse que “delas é o Reino dos Céus”), em contraposição à sua tão alardeada Misericórdia, da qual em nada duvidamos. Assim sendo, somos forçados a encarar o sofrimento como um dos meios de salvação utilizados por Deus, e CS Lewis parece concordar plenamente com isso (sobretudo quando ele expressou que “o sofrimento é o megafone de Deus para acordar um mundo surdo”). Com efeito, só nesta hipótese – de o sofrimento ser também salvífico – é que podemos sobreviver a um planeta em franca desintegração, e melhor ainda quando adicionamos ao “castigo” as recompensas pelo enfrentamento da dor, pela resignação santa, pelo consolo dos aflitos, pela visitação aos hospitais, etc., enfim, todas as obras de caridade realizadas sob o fogo da batalha, para os soldados que ao final receberão o prêmio da soberana vocação! Isto é ponto primordial e peça-chave no enigma. Então vejamos agora o título aparentemente hiperbólico deste comentário. A verdade é que a chegada do Apocalipse (há até um seriado na TV por assinatura, canal “History”, cujo nome é este mesmo: “Countdown to Apocalypse”) está fazendo pipocar notícias em profusão acerca dos sinais do fim no mundo todo, e não admira o leitor que até cientistas de peso (como Michio Kaku) estão a alardear uma gigantesca catástrofe iminente, independente de seus governos estarem PROIBINDO tais notícias (e o fazem com certa justiça, pois a própria Bíblia diz que haverá pânico mundial naquela célebre frase de Jesus “homens desmaiarão de pavor pela expectativa das coisas do porvir” – Lc 21,26 e os governos precisam controlar ou adiar o caos). Outrossim, e apesar do Cover-up “justo”, até países ricos e intelectualmente cultos estão a “sugerir” às suas populações que se preparem para o pior, como é o caso da própria Alemanha, como o leitor pode conferir NESTE vídeo chocante. Até propagandas de automóveis moderníssimos estão dando aos possíveis compradores a informação de que seus carros foram feitos para sobreviver ao Apocalipse, como o leitor pode conferir NESTA matéria e também NESTA outra! Enfim, meus prezados, dizer apenas “ALGO está acontecendo” parece quase chover no molhado, e só nos resta seguir as “instruções de sobrevivência do manual de escoteiros do Senhor”, como cabe a filhos obedientes que somos. Isto é tudo. Maranata!

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Semana Lewis 2016: “Imagine se Lewis tivesse escrito tudo em português”...



Há muito este comentarista já desconfiava que e língua inglesa, a língua de CS Lewis, era “pobre” na frente do português, sobretudo na questão da abrangência semântica de alguns verbos, ou na própria riqueza do vocabulário. A leitura dos livros de Lewis apenas levemente aludia a isso, uma vez que eu os lia em português e não conhecia quase nada de inglês para poder avaliar bem as minhas desconfianças, e pior, os professores de inglês que eu consultava eram parciais ou tendenciosos, respondendo sempre em defesa da língua que escolheram para ganhar dinheiro como profissionais de escolas e universidades. Inobstante o meu quase analfabetismo no idioma de Jack, graças a Deus nunca tive falta de neurônio na questão do raciocínio espiritual, e era ele que, na calada da noite e subjacentemente, me fazia sentir ou alcançar determinadas “cintilações de pensamento” que eram as únicas ‘janelas mentais’ capazes de captar bem o pensamento de Jack, e por isso certo desconforto com o inglês nunca me abandonou por inteiro! Alguma coisa me sussurrava assim: “Será que Lewis QUIS dizer isso mesmo que está escrito aqui? Ou será que se Lewis tivesse nascido numa família que falasse português, ou se ele tivesse nascido num Brasil culto, teria ele explicado as coisas exatamente como explicou, ou teria ido mais longe? (Se é que é possível ir mais longe do que Jack foi no inglês!)... Com efeito, essas eram as questões que nunca me abandonavam por completo, mas a influência de meus professores ou de autores que o traduziram acabaram calando meu interior, e esta dúvida iria morrer comigo com toda certeza!... Iria morrer comigo se não tivesse ocorrido curiosa coincidência: ao abrir meu canal de vídeo para uma super janela de canais de origem britânica com narrações traduzidas ou legendadas, acabei dando de cara com a oferta de um canal que veiculava matérias produzidas por um americano muito sincero, que afinal mostrou-se ser um “big friend” desconhecido mas super bacana; ou seja, finalmente eu havia encontrado um gringo que, sem qualquer vergonha ou orgulho nacionalista, era capaz de reconhecer aquilo que eu, por minha ignorância do inglês – como língua e como cultura de um povo – jamais poderia captar, e assim eu nunca teria “autoridade” alguma para levar adiante a minha desconfiança, já que para todo mundo era chique defender o inglês como língua universal e como a melhor ferramenta de comunicação espiritual (duas coisas muito diferentes, diga-se de passagem!). Enfim, o leitor é chamado agora a ver AQUI o vídeo daquele simpático gringo, um dos melhores vídeos do canal dele, para ter uma rápida ideia de a que coisas estou me referindo quando falo do inglês como língua pobre. Por último, resta dizer que ficou para mim o consolo de saber que não nasci entre tolos ou num país linguisticamente pobre, pelo contrário, que talvez tenha sido o bom – conhecimento que tenho do – português e (d)a boa etimologia de nossa língua-pátria que me garantiu chegar em Lewis e descobrir riquezas inefáveis, com as quais alguns de seus alunos ingleses talvez jamais tenham sonhado! Enfim, viva o nosso português tupiniquim! Até o ano que vem, com uma nova Semana Lewis!

domingo, 27 de novembro de 2016

Semana Lewis 2016: “Cadeira de Prata” adaptada por David Magee



O quarto episódio cinematográfico da série “As Crônicas de Nárnia” (que é o sexto e penúltimo “momento cronológico” de toda a aventura narniana narrada por CS Lewis), que estará em breve nas telonas, será adaptado ou roteirizado por ninguém menos que David Magee, autor do sensacional “As Aventuras de Pi”, filme que conta a história belíssima de um jovem indiano que sofreu em naufrágio, perdeu toda a família, conviveu meses perdido no mar acompanhado de um tigre e ao final se encontrou com Deus, aquele Deus aparentemente sádico de que falava Lewis no livro “A Anatomia de uma Dor - Um Luto em Observação”. A "Cadeira de Prata" é um dos mais belos livros escritos por Lewis, e sem dúvida uma das obras narnianas mais ‘esmeradas’ de nosso Jack, do ponto de vista técnico e mitológico das Crônicas. A partir do Leão Aslan, parte central da mitologia da saga, tudo o mais se desenvolve até o ápice de um encontro com o “Imperador de Além-mar”, com o qual todos nós, personagens e leitores, recebemos diretamente de Deus as mais profundas lições espirituais, como se ali tivéssemos um contato imediato de 3º Grau com a própria Palavra de Deus, saída da boca dos grandes profetas. Esta é a tônica e a máxima de todas as 7 Crônicas, e talvez possamos dizer que este foi o aspecto técnico com o qual Lewis mais se esmerou. Todavia existem outras questões igualmente importantes (aqui citaremos apenas três) que nem sempre o leitor mais apressado se dá conta. Senão vejamos: (1a) A crença de Lewis acerca de seres intraterrestres, o que nos leva a sugerir que na cosmologia de Jack os planetas são "ocos", e por isso não haveria razão alguma para a Ciência terrestre negar a existência de discos voadores com base nas distâncias siderais, já que o endereço deles seria a própria Terra!; (2a) A crença de Lewis de que “gigantes gigantescos” de fato existem, e que eles conviveram com humanos em algum ponto da História, a qual foi registrada nas Escrituras (não confundir aqui com o adversário de Davi, pois Golias aparentemente era apenas um homem doente, com a patologia do gigantismo oriunda de um defeito genético glandular, e que não chegava a 3 metros de altura): a própria Ciência não nega a possibilidade de uma raça de gigantes gigantescos, e apenas mantém-se cética pela não descoberta de restos mortais: ela pergunta como é possível esconder esqueletos de gigantes? (mas devido a Cover-up mundial, tais ossadas parecem já encontradas e negadas); (3a) O caráter erótico da Tentação de Eva, a partir da exposição de uma magia escravista de um jovem príncipe, Rilian, o qual se viu “hipnotizado” ou obcecado pela beleza e sedução de uma linda jovem, e pela qual entregou-lhe a própria vida e ficando assim escravizado para sempre nos submundos dominados pela estranha mulher (há um poema sobre isso NESTE link). Enfim, está chegando para nós, em versão cinematográfica e ótima produção (financiada pela TriStar Pictures, da Sony, juntamente com a The Mark Gordon Company, a The CS Lewis Company e a eOne), a História belíssima do resgate de Rilian por um cara fantástico chamado ‘Paulama’, um menino já convertido chamado Eustáquio e uma jovem corajosa chamada Jill Pole (Gilda), para o deleite de todos os fãs de Lewis e nosso sonho pessoal. Está aí o melhor programa de cinema de 2017!

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Semana Lewis 2016: Série 'Marte' da NatGeo quer "desacreditar" Lewis!



Uma extraordinária produção está levando ao ar uma bombástica série de TV sobre a ida humana a Marte, e está sendo divulgada no Brasil pelo Canal a Cabo “NatGeo”, com o título único de “MARTE”, numa clara indicação de que muita coisa está por trás desta portentosa obra da Sétima Arte. Recomendamos a todos os nossos alunos e leitores assistir tal “romance” (na verdade, é um “semi-documentário-dissimulado”) nas noites e madrugadas de toda semana, até para entender melhor o que vamos conversar aqui. Bem. O seriado em foco mostra duas realidades distintas (a que vivemos hoje em 2016, com o sonho humano de ir a Marte) e a que supostamente viveremos em 2033, com a chegada da Humanidade ao planeta vermelho, que de vermelho tem muito pouco (a NASA maquia todas as fotos e vídeos de lá para que o azul dos rios e o verde das florestas pareçam meras areias de deserto, imitando as cores do Arizona ou do Saara). Ora, amigos. A Humanidade não está mais na época em que suas únicas fontes de informação eram a Televisão aberta, os jornais impressos e as revistas científicas, ambos sempre manipulados à ordem de seus obscuros chefões. Deus nos deu “de graça” um veículo direto com as fontes (aqui resumido sob o título de “Internet”), livre como pássaros celestes, embora sem dúvida sujeitos a fraudes, mas nem por isso menos importantes. Neste tempo então (e isso explica porque querem tanto CENSURAR a web), a NASA, a ESA, a USAF e todas as fontes militares estão de cabelo em pé, sem saber como evitar o vazamento da verdade, e neste mister estão lutando CONTRA Deus, que nos prometeu revelar tudo! (Mt 10,26). Tais agências então, por não ter como impedir vazamentos, simplesmente divulgam “pseudo fatos” entre eles, de tal modo que a verdade sempre chegue acompanhada de mentiras e ninguém tenha segurança para dizer QUAL notícia é verdadeira. Mas não faz mal. Nós temos Lewis! Nós temos a Bíblia! E ESTAS duas fontes, unidas no cumprimento da profecia de Jesus, apontam QUAIS fontes merecem confiança, e aqui o papel de Lewis se torna crucial e decisivo. Com efeito, sabendo que Lewis detalhou com minúcias a vida extraterrestre, e o fez consciente de que a Palavra de Deus jamais negou a existência de outras ovelhas noutros apriscos (João 10,16), e agora vendo pesquisadores "duvidarem" de atmosferas irrespiráveis (já falamos sobre isso também), temos como afirmar com segurança que, querendo afastar de vez os olhos de uma presumível chegada humana a Marte, tais agências ajudaram na feitura do seriado “MARTE”, exibindo uma jornada dificílima (aliás, com ‘dificílima’ eles querem dizer “impossível”, para desacreditar Ransom e Lewis) a um lugar ermo e irrespirável, no qual nenhuma vida resistiria viva, exceto se lá já existisse uma colônia prévia de terráqueos, já com infra estrutura capaz de dar oxigênio, água e nutrientes para a permanência de seres humanos! Enfim, estamos diante de mais uma gigantesca tramoia do Cover-up governamental, agora carreando vultosas verbas para produzir uma obra cinematográfica de peso, ao fim da qual a Humanidade possa pensar: “De fato, ninguém pode ir a Marte, e por isso a Trilogia Espacial de Lewis não passa de um conto da carochinha”. Mas nós “estamos de olho”! Depois de Lewis, ninguém nos engana mais!

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Semana Lewis 2016: Fã de CS Lewis homenageia o mestre em “escadaria de Livros”


CLIQUE na figura para ampliar e ver melhor

Crescendo no mundo a fama e a mente de Lewis, não é de se admirar que a cada dia apareçam mais e mais leitores dele a procurar homenageá-lo de alguma forma, nem que seja singelamente dentro de casa, a saber, com álbuns de figurinhas dos livros de Nárnia, com pratos e xícaras pintadas com o rosto de Aslam, com toalhas de banho desenhadas com as ilustrações de Pauline Baynes, etc., enfim, de tudo se pode extrair um motivo para homenagear Lewis e sua genialidade inigualável. Isto é ponto pacífico para toda a turma fãs de Jack ao redor do mundo, e por isso a homenagem que fez Pippa Branham ao grande “profeta” nem chega a espantar ninguém pelo ineditismo e detalhe curioso, ou pela inteligência dela de retratar seu amor por Lewis criando em sua casa uma pilha de livros enormes. Para isso, ela teve o insight de pintar as capas dos livros dele na escadaria de sua residência, deixando em qualquer visitante a impressão de que pode SUBIR ou SE SENTAR sobre um livrão de Jack, embora ele esteja, como na estante dela, ladeado por (ou embaixo de) tantos outros livros, como alguns de JRR Tolkien, Stephen King, GK Chesterton e outros gênios. Sem levar em conta a questão dos gostos pessoais na arrumação de uma residência (que ela divide com sua filhinha e marido), Pippa nem se importou com a possibilidade de a sua ideia desgostar seus familiares, vizinhos e visitantes, “porquanto existe realmente gente chata e monótona, que só se agrada de paredes nuas e pinturas cinzentas, portas brancas e janelas amareladas pelo tempo”. Com efeito, o que de verdade aconteceu foi que ela deu munição para que muitos fãs de Lewis passassem a imitá-la em suas casas, e não será difícil imaginar muitos lares com escadas como as dela, ou com invenções ainda mais curiosas para ilustrar sua paixão por Lewis ou por livros (no mínimo). Enfim, ficaremos nós da Escola de Aprofundamento Teológico com a mesma ideia, a saber, primeiro FAZER a escada – pois aqui não temos sobrado – e depois chamar um bom pintor para apresentar-lhe seu próximo trabalho. Se conseguirmos isso, as fotos dos livrões serão publicadas em nosso site. Então será aquilo que chamaremos de “agenda de sonho”, um sonho compartilhado com Pippa, Lewis e todos os amantes de Jack

domingo, 20 de novembro de 2016

O Comunismo: Grande inimigo da liberdade humana




Com mais de 100 anos da história de sua elucubração original, ou da ideia original que o concebeu, o Comunismo mantém-se firme e avançando no submundo da política mundial, e quase ninguém mais duvida que ele chegará ao seu objetivo final, a saber, erradicar a liberdade dos cidadãos, sejam eles americanos ou europeus, sejam eles pobres ou ricos. Pior, ninguém também duvida que, se não lograr êxito neste sentido e neste intento, o Comunismo levará o mundo à Terceira Guerra Mundial, e é aqui que a profecia bíblica encontrará o seu ápice, quando o antiCristo fizer aparecer o seu “belo” rosto na Mídia (como vimos NESTE post) e perseguir Israel, único país a lutar contra ele quando os próprios Estados Unidos tiverem capitulado para a sua inexorável esquerdização (dizem que esta esquerdização já começou e já vai longe, a partir deste Governo dos “Democratas” Obama e Hilary – Não sabemos ao certo se Donald Trump seguirá contrariando todo este processo: Deus queira que sim!). É óbvio que aqui, conquanto muitos de nós possam se surpreender com a notícia de que os EUA abandonarão Israel à própria sorte, se ouvirá críticas e contraditas dos velhos “heróis ianques” que não acreditam no abandono de Israel, sem lembrar que a Escritura sempre defendeu que SOMENTE O SENHOR JEOVÁ lutará por Israel, seu filho amado, e isto o fará porque SOMENTE Israel se manterá, a ferro e a fogo, defendendo a Moral judaico-cristã até o último dia! E então, apostarão os céticos, querem ver como um país minúsculo e desértico conseguirá rebater ataques maciços das superpotências ao seu redor (a Bíblia diz que Israel ficará “rodeada de exércitos” – Mt 21,20-24) e como escaparão judeus e cristãos fugindo para os montes sem levar sequer um cantil. Ora, duas verdades se achegam aqui: (1a) Se Deus lutar nesta última batalha, como lutou na “Guerra dos 6 dias” em 1967, Ele deixará “o seu Rosto” à mostra, pois o mundo inteiro saberá que somente Deus poderia salvar uma republiqueta daquelas do bombardeio massivo das superpotências; então, Deus irá deixar a sua ajuda “bairrista” aparecer assim?; (2a) O próprio Jesus, em seu sermão profético, contou que Israel será devastado e “pisado” por eles (Lc 21,20 e 24), como no cumprimento de um castigo da ira de Deus contra um povo rebelde e contraditório, que sempre foi salvo por Deus mas sempre O rejeitou, regurgitando até o seu próprio Salvador! Enfim, tudo isso será o corolário inexorável do Comunismo mundial, cujos sinais de deterioração já estão espalhados nos 4 cantos do mundo (veja UM AQUI), e que continuarão até o espanto e o horror de toda a Humanidade (veja OUTRO AQUI). Com tudo isso, só nos vem à memória a sapiência do grande líder negro norte americano, o protestante Martin Luther King, morto em plena ascensão política ao governo dos EUA (veja sua frase magistral na foto principal deste post). Enfim, que Deus tenha misericórdia de Israel, se é que nós também merecemos este nome (Rm 9,6-8).

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Nem pai nem mãe: a Ciência do inimigo quer dispensar Deus!



Até há alguns anos atrás, a Ciência falava na forte possibilidade de que mulheres gerassem filhos com outras mulheres, ou melhor, que seres humanos sadios poderiam nascer de malabarismos genéticos feitos apenas com óvulos, isto é, dispensando qualquer esperma (veja como era este tipo de notícia tomando ESTE link como exemplo) e, por óbvio, decretando o verdadeiro e tão sonhado “crepúsculo do macho”, como desejo secreto de satanás contra a primeira obra humana de Deus. Isto posto, não podemos negar que até mesmo nós, enquanto alunos no Seminário Instituto Teológico Pastoral da Arquidiocese de Fortaleza, ficamos meio atônitos (para não dizer em pânico) quando nossa mestra de Cristologia nas Cartas Paulinas veio defender, em plena sala de aula, que os homens são dispensáveis e que daqui há algumas décadas, o planeta inteiro seria habitado apenas por mulheres! (Bem que elas mereciam isto!). Até chegamos a concordar, por nossa própria experiência sentimental, que os homens pós-modernos se tornaram uma marionete erotizada e abestalhada pela influência da Mídia, e que por isso talvez eles merecessem mesmo uma extinção indolor, pensando apenas pragmaticamente do lado das mulheres e das feministas. Pois bem. Ora, amigo leitor. Não imagina o amigo que agora, recentemente, entre o 1º e o vigésimo dia deste setembro de 2016, pesquisadores científicos têm praticamente divulgado a mesma notícia, só que dispensando também a mulher, já que células comuns (e não apenas óvulos e esperma) foram utilizadas com sucesso em animais de laboratório! E pior, a nota nem dá conta do sucesso no fabrico de úteros artificiais, faltando experimentar apenas uma gravidez completa num útero artificial implantado numa mulher SEM útero. Eita amigo! O mundão tá mesmo doidão! Sempre quiseram dispensar Deus em todos os planos secretos; depois dispensaram o Homem, pérola primeira da criação edênica; depois dispensaram a Mulher, adorno de todos os deuses; mas agora, com tudo construído com tecnologia infernal, dispensaram até o útero, único lugar onde uma vida humana nasceria sem complicações, lembrando os planos do Grande Macróbio que CS Lewis descreveu em “Aquela Força Medonha”. Ufa! Este é mesmo um momento palpitoso e ofegante! E que leva a pensar: o que será a Humanidade do futuro, digamos, daqui a uns 100 anos (se Jesus já não tiver voltado!), quando todos os homens e mulheres tiverem sido fragorosamente substituídos, não por máquinas, apenas, mas por gente nascida de “symbiosis pluricelulares” e processos bioquímicos manipulados por demônios? Você se lembra de Alcasan? Ora, ali estava uma primeira profecia lewisiana desta realidade, que os “cientistas” da época ainda não tinham como “melhorar”: ali ainda foi preciso preservar uma “cabeça viva”! Porém, para os demiurgos, cabeça humana é lixo, e por isso o exercito de satanás na época da Grande Tribulação será muito mais terrível, pois nem poderá ser descrito como máquinas nem como gente, embora seja ambas as coisas ao mesmo tempo e nenhuma delas! Enfim, com quem de fato a Humanidade lutará naquela nova idade das trevas? Cruz credo!

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Eleição de TRUMP: Deus interferiu na batalha?



Uma nova era parece estar raiando no horizonte, como raia o sol no nascente. Estávamos todos meio embriagados com uma avalanche de notícias desesperadas, onde nenhum sinal da Misericórdia parecia triunfar, e onde cada reportagem entregava, sem piedade, o terror da maioria e a alegria tresloucada de um pequeno rebanho, protegido pelo sangue do Cordeiro. Todo o quadro apontava o triunfo esmagador das ideologias de Esquerda nos quatro cantos do mundo, como se Aslam tivesse abandonado Nárnia para sempre e deixado livre e solta a Feiticeira do inverno sem fim. Nós mesmos – eu mesmo – vínhamos seguindo, alegres, o faro fino apontado em Lucas 21:28, na consciência de que “é necessário que primeiro venha a apostasia e seja revelado o iníquo, mas ainda não será o fim”. Vivíamos entre a alegria dos israelitas protegidos das doze pragas e a tensão das horas paradas, diante dos sinais cada vez mais perto de nós, como que a ouvir o inimigo a rugir ao nosso redor. E naquele cotidiano bruxuleante dos enganos seculares, surgiu uma notícia 100% inquietante, duvidosa e misteriosa, a saber, a de que um cara “louco” havia sido escolhido por Deus (Romanos 13,1) para sustar a escalada crescente da esquerdização mundial, esbofeteando de frente os demônios do Apocalipse. E ele de fato dava sinais de um louco, dando respostas aparentemente absurdas mas jamais mentirosas, e justamente com isso se deixava entrever como uma alma diferente das almas enganadas e enganosas da manipulação esquerdista. Ele tinha altura (postura), tinha pele branquíssima (transparência), tinha opinião bombástica (Mateus 5,37) e tinha um topete alvíssimo, isto é, a cabeça sinalizada pela missão. E toda a imprensa mundial, manipulada até o pescoço pelos gênios esquerdopatas, saía a detratá-lo como um bandido, distorcendo o que ele dizia, aumentando opiniões e pontuando como maligna a parte da verdade que dói por ser verdade. Mas a vontade de Deus era outra: o Comunismo e o Socialismo já tinham ofendido demais o Senhor dos Exércitos para ficarem impunes, e então o Rei interferiu e fê-lo triunfar, contra tudo e contra todos, pegando todo o planeta de surpresa e desmoralizando os institutos de pesquisa venais. Ele venceu a eleição dos delegados com pequena margem (perdeu na votação individual) e assim Deus o conduziu à Cadeira mais poderosa do mundo, na qual poderá conversar com o Comunista-mor, Vladimir Putin. Ouvirá deste que Obama e os democratas foram os verdadeiros autores do Estado Islâmico (ISIS) e pedirá aos EUA amizade e aliança para derrotar o Terrorismo do Califado. Enfim, somente Trump poderia trazer um pouco de paz para este momento conturbado da Terra, conquanto fosse necessário que o maior amigo defensor de Israel estivesse forte, rico e alerta, impedindo o avanço da Esquerda. Não é à-toa que Benjamin Netanyahu fez um discurso tão feliz com a vitória de Trump! Que venham os novos tempos!

sábado, 5 de novembro de 2016

Novo vídeo na Internet confirma chegada da "Marca da Besta"



Já há quem aposte com todo seu coração que a Marca da Besta já chegou! Nem há mais o medo de cair no ridículo ou de ser citado na lista dos falsos profetas! É Deus permitindo aos cristãos experimentar provas cabais de Suas santas profecias, e fazendo calar todos os outros, mesmo cristãos, ainda descrentes da iminência da Parusia (“Um dia pode ser mil anos, e mil anos um dia”). Glória a Deus por esta bênção de sua Misericórdia e amizade aos seus escolhidos, que teriam o privilégio – concedido pela fé pessoal – de tatear e sentir os sinais do fim, tão audíveis quanto tiros de canhão e anúncios de trombetas! Desta feita, mais uma vez vindo de uma “pedra” (pois se as pedras vivas se calassem, as pedras mortas falariam!) muito malquista entre os cristãos, um ex-protestante destila, sem medo de ser feliz, toda a verdade bíblica da Marca da Besta, preparando os crentes para a última ameaça do inimigo, aquela que diz que “nenhum cristão poderá comprar ou vender sem o sinal na mão direita ou na testa”. E a preocupação é 100% válida, pois encontramos também inúmeros “crentes” que até agora não estão vendo mal algum em se introduzir, sob a pele da mão ou da testa, um microchip especial de comunicação, também chamado de “CIE” (carteira de identidade eletrônica). E por que não? É um avanço tecnológico de ponta, o qual permitirá não apenas comprar e vender qualquer coisa, mas também garantirá uma segurança extra para nossos dados pessoais e até de nosso dinheiro! Aliás, nem haverá mais dinheiro, pois os marcados com o chip serão previamente identificados e o Quartel General saberá, de antemão, se aquele cara sinalizado tem “$” ou não! E há ainda um portentoso trunfo, aquele que garante que, em caso de sequestro ou sumiço, o sequestrado será imediatamente encontrado e o sequestrador preso por Lei Federal. Enfim, é um baluarte de segurança inviolável que até as senhoras idosas, as vovós decentes de alta patente, quererão adornar-se com o chip (talvez dois), exibindo-o orgulhosamente às amigas e convidadas, em plena festa de aniversário de 80 anos! E isto faz sentido, pois o tal chip, enquanto não eclodir mundialmente o Grande Conflito, permanecerá dormindo como um urso em hibernação, e jamais acordará para cumprir a Lei Marcial, até que a terra trema e a luz se apague. As demais atividades dele, atividades “de somenos”, permitidas pelo Quartel General, serão tão simples e corriqueiras que a maioria de seus usuários pensarão estar usando meros cartões de crédito e débito, com a vantagem de não perdê-los jamais! Até no hospital, quando a idosa tiver que se tratar, não precisará mais levar carteira de plano de saúde e muito menos contar ao médico os remédios que toma! O chip exporá tudo isso, na mera passagem pela rampa rolante do hospital. Enfim, vocês duvidam disso tudo? Duvidam? Então cliquem NESTE link e assistam este vídeo sensacional, e por favor não levem em conta O AUTOR do vídeo, pois ele não passa de uma pedra que está clamando sob a profecia do silêncio dos “justos” (Lucas 19,40).

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Cristãos já são perseguidos pela Nova Ordem Mundial!



O grande mestre Olavo de Carvalho nos trouxe, recentemente, uma denúncia pra lá de bombástica, e como tudo o que ele explica, suas razões e argumentos vão muito além do que geralmente supõe o vulgo, sobretudo o vulgo influenciado pelas últimas quatro décadas de TV e mídia de massas. Agora neste último caso, o que Olavo nos contou é uma bofetada das mais dolorosas, não por apontar a violência urbana ou social, mas por dirigir nossos olhos distraídos para uma verdade transcendental, a saber: a de que este mundo inteiro, desde há muito tempo atrás, armou uma “cilada dos diabos” (literalmente dos diabos) para calar e eliminar cristãos, e esta cilada se processa, sem pressa alguma dos seus executores, ao longo dos milênios após a Queda adâmica. Pior, Olavo explica que a perseguição e até a morte de cristãos não é algo que se verifique apenas na retórica de leis, decretos e constituições nacionais, mas é também e principalmente a própria corrupção da cultura tradicional, quando os países vão paulatinamente instilando “venenos antimoralistas” nas leis de cada nação, eliminando pontos onde a moral cristã é atacada e abandonada. Ele cita o exemplo das leis de um país que vieram a permitir o aborto, associando tal situação para os cristãos católicos. Ora, o que nós poderemos fazer? (Alguns diriam: é preciso eleger candidatos cristãos de verdade); porém, o buraco é mais embaixo: a mera introdução de uma lei que permita o aborto é apenas o sinal visível e externo de um problema muito maior, a saber, o processo subliminar de substituição da Moral cristã pela “moral” degenerada do inferno, a qual deseja que TODA a Religião cristã desmorone no secularismo, no hedonismo e no populismo, de tal modo que haja uma mudança profunda e sutil na mentalidade social, até chegar o dia em que a sociedade inteira tenha perdido de vista os valores cristãos que estavam imiscuídos na cultura dos povos, ou até que TODO o Cristianismo seja erradicado do mundo! A isso ele acrescenta a desmoralização dos encontros de jovens, o “bullying social” contra os jovens das igrejas, a pecha de démodé atribuída a programas ditos “castos”, e, enfim, a própria proibição de aglomerações religiosas indica o primeiro passo para a erradicação do Cristianismo, ou pelo menos do Cristianismo público, passando a obrigá-lo a um caráter estritamente individual e doméstico (e portanto sem fazer discípulos e com isso morrendo!). Finalmente, Olavo destila exemplos vivos de perseguição ao Cristianismo ao redor do mundo, sobretudo em países de religião muçulmana, profetizando que ali está a situação desejada pelos líderes da NOM (Nova Ordem Mundial, sob comando dos demônios) para a totalidade dos cristãos, na sina inexorável da perseguição do antiCristo operada na Grande Tribulação. Assista agora o vídeo citado: eita profeta bravo! Maranata!

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Rússia parece agora lutar contra o Cover-up: será mesmo?



Já conversamos sobre a história de que o Cover-up nasceu focado na questão ufológica, ou antes havia sido engendrado por causa da onda de avistamentos ao redor do globo, sobretudo nos casos de “quedas” de discos voadores e relatos cada vez mais crescentes de contatos imediatos dentro do território norte americano. Essa era a notícia em voga. E tinha “razoável razão”, diga-se de passagem, já que o mundo todo foi sacudido pela notícia, veiculada pelo jornal "Roswell Daily Record", de que as forças armadas do Tio Sam capturaram um disco voador quase intacto, junto com seus tripulantes, no início de julho de 1947! Ora; a ausência de qualquer Cover-up bem sucedido até aquela época acabou pegando os próprios militares de surpresa, e por isso aquele jornal foi “silenciado” ou obrigado a desmentir a história, inventando uma nova versão dos fatos, versão esta encomendada pela Força Aérea e chegada compulsoriamente à Redação (aqui nasceu a primeira grande mentira da Ufologia moderna, na estória do “balão de flandre”). Porém tudo isso o leitor já conhece. Esta é a versão oficial para todos os efeitos! Todavia “há algo de novo debaixo do sol” (Eclesiastes 1,9) e Salomão pode respirar sossegado. Pois bem. Não admira o leitor que agora, nestas últimas semanas, a própria Rússia, até então tida como “parceira” no acobertamento mundial (em razão do perigo de uma invasão alienígena exposto por Ronald Reagan muitos anos atrás, e recentemente alardeado por Stephen Hawking), parece ter sentido o profundo remorso de ver a Humanidade inteira caminhar às cegas para um desastre colossal – como que sentindo finalmente a realidade escatológica do castigo de Deus – e com isso alerta seu próprio povo para o terror cósmico da aproximação da estrela Nêmesis, aqui chamada de “O Segundo Sol”.
Bem. Mas a questão toda agora está envolta numa pergunta inquietante: teria Vladimir Putin DE FATO falado alguma coisa sobre Nêmesis? A pergunta é muito muitíssimo pertinente. Porque, embora o argumento de que Nêmesis possa passar "despercebido" (sem abalar nada aqui na Terra) e o argumento bíblico-lewisiano de que os anjos de Deus impedirão qualquer abalo (tratado AQUI) sejam também extremamente lógicos, a realidade concreta da entrada de uma outra estrela no nosso Sistema Solar é de fato UMA BOMBA, literalmente falando, porque, embora nada possa acontecer, mas a mera visão de dois sóis ao nascente e ao poente, ou pior, à noite ao lado da Lua, seria algo por demais assustador, pelo menos papa a maioria alarmista e impressionável da Humanidade, aquela que morre de medo de uma mera catita em seu quarto de dormir! Portanto não podemos negar, em hipótese alguma, que esconder os dois sóis seria de fato uma caridade, e o próprio Jesus o teria feito (seria muito fácil Ele dizer na sua época: “Quando virdes dois sóis no firmamento, sabeis que o tempo está próximo”), se é que não o fez em segredo para os apóstolos (Mt 13,11) e estes, avisados por Jesus ou conscientes da gravidade de tal profecia, teriam deliberadamente OMITIDO tal fato da Humanidade, prevendo um caos ainda maior do que o da ignorância do evento. Enfim, é esta a nossa reflexão atual, e assim sendo, consciente da gravidade de tal notícia, peço perdão por ‘assanhar’ o vespeiro “tranqüilo” da sociedade moderna.