SALA DE LEITURA DA EAT

SALA DE LEITURA DA EAT
Vê-se CS Lewis no Quadro Central, ladeado por seus livros, o Busto de MacDonald à direita e a "Vela do Saber" acesa.

sábado, 29 de dezembro de 2012

Matéria da EAT é complementada por música...

A última matéria publicada no site da EAT (veja NESTE link) trazia toda a questão das reações violentas das pessoas como prova de sua inimizade secreta contra Deus. O argumento era o de que tendo sido o próprio Jesus a dizer que "O Reino de Deus está dentro de vós" e ainda que deveríamos dar a face esquerda quando nos batessem na direita, a única hipótese para explicar a moda atual de reagir com violência é um ódio secreto contra Deus, que CS Lewis tão bem explicou no capítulo "O Perdão", de seu livro "Mere Christianity" (título mal traduzido por "Cristianismo puro e simples"). A onda atual chega a dar o orgulho de bater no peito e dizer "eu não levo desaforo pra casa", e assim responder com hostilidade e até com agressões físicas "ocasionais ou regulares". Pois bem. Agora nestes dias, um irmão nosso do PIAUI nos enviou uma canção belíssima, que traduz direitinho o cartaz da Campanha da Fraternidade de 1995, visto logo acima. Pois bem: esta Escola tem o prazer e o privilégio de apresentar aos seus alunos, amigos e leitores essa música maravilhosa, a qual deveria constar de todas as cartilhas de evangelização de nossas igrejas e paróquias. Por favor curtam esta melodia e letra sensacional clicando NESTE link. É isso. Desejamos a todos um ótimo fim de ano e excelente 2013...

sábado, 22 de dezembro de 2012

Site do Pr. Ricardo Castro cita livros do Prof. JV



O inteligente e bem humorado pastor Ricardo Castro, em sua navegação oficial na Internet, teve a feliz ideia de escrever sobre CS Lewis em seu BLOG, elencando ali todos os livros de nosso mestre irlandês, inclusive adicionando as CAPAS deles, num esforço admirável e num trabalho digno dos mais ardorosos fãs de Jack... e tudo para deixar a pesquisa de Lewis facilitada para o grande público. Para nossos afiliados terem uma ideia no caráter altamente homenageatório do trabalho de Castro, ele ‘batizou’ o seu artigo relembrando um sublime título dado a Lewis: “o apóstolo dos céticos”. E mais, em sua portentosa obra, não deixou de fora de sua exposição até mesmo os livros do nosso professor JV, adicionando ali até mesmos as capas dos livros, colhidas da web, sem qualquer receio de um eventual engano das fontes (os nossos alunos e amigos devem confirmar tudo isso pessoalmente clicando NESTE link). Só nos resta agradecer ao nobre pastor de João Pessoa-PB e esperar que Deus nos dê a bênção de uma oportunidade para visitar pessoalmente a sua feliz igreja, naquela bela terra de Zé Ramalho, onde temos muitas outras coisas a visitar, inclusive um importante sítio arqueológico da era jurássica. Parabéns à sua igreja por ter o pastor que tem.

Outro site traz inúmeras fotos dos artistas que fizeram Nárnia
Um sensacional site do Tumblr presenteia a todos os fãs de Nárnia com inúmeras fotos dos artistas que interpretaram as personagens de Lewis, sobretudo da bela e cada vez mais bela Lúcia Pevencie (Fulana de Tal). Além do mais, é um site especializado em “GIF animadas” de cenas narnianas, o que para quem coleciona GIFs é um prato cheio e delicioso (como eles mesmos dizem: um verdadeiro manjar turco!). Além disso, ainda, traz um resumo da biografia de Jack e uma citação completa de todas as obras dele, sem contar as obras de autores que escreveram sobre Lewis, como o nosso professor JV, também citado no fotolog. Todavia, o carro-chefe do site é a exposição do dia a dia dos artistas, trazendo as novidades e as conversas dos fãs “tresloucados” por eles. Enfim, é uma ótima pedida para nós adultos matarmos a saudade desses “filmes feitos para crianças”, além de colecionarmos “relíquias novas” que ficarão para a eternidade. Por tudo, a EAT recomenda a todos os seus alunos e amigos a conferir esta notícia NESTE link. Parabéns ao autor do site, que sem dúvida é um narniano apaixonado pela velha Nárnia.

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Duas estranhas notícias recentes: Por que negar aquilo que não existe?


Estranha notícia nos chega agora com a negação, por parte da “Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera” dos Estados Unidos (na sigla em inglês, NOAA), da existência de sereias, coisa absolutamente desnecessária para um mundo que já dista pelo menos 2 séculos da crença nos homens-peixe. Veja a notícia NESTE link. A estranheza da negação sub-reptícia nos espanta pelo incômodo que uma crença “tão ingênua” ainda provoca no coração dos mantenedores do silêncio, os quais já deveriam estar deitados em berço esplêndido a curtir o mundo descrente que criaram. Ocorre exatamente como ocorreria se nós, após séculos de comprovação da redondeza da Terra, nos sentíssemos incomodados com o fato de haver um grupo de semianalfabetos acreditando na “quina do globo” e numa queda para quem a ultrapassasse! Seria no mínimo algo suspeito, que nos levaria, por um lado, a pensar em desequilíbrio mental dos que se sentiram incomodados com os semianalfabetos, e, por outro lado, a reencetar a investigação da linha do horizonte! Tss-tss!... Só resta dizer: que mundo estranho este nosso, que gerou gente que crê em planetas quadrados e ao mesmo tempo gente que vai a público desmentir o óbvio... – A prova desta incongruência está numa outra notícia estranhíssima que veio logo depois, com uma descoberta impressionante acerca de um “animal” narniano (vejam NESTE link): a nota diz que existe na Terra um lugar real onde os unicórnios viveram... Pode? – Mas a pergunta atordoante não é se pode ser, mas por que não pode??? O que impede O Multiverso de comportar uma dimensão paralela onde os portais de Nárnia não sejam abertos??? Aqui na EAT nós temos certeza de que a resposta de CS Lewis seria 100% surpreendente...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Em 12/12/12, comentários ligeiros sobre diversas notícias



1)      Astrônomos descobrem reserva de petróleo no espaço – Comentário: Esta é mais uma prova de que a vida está em toda parte, porque obviamente Deus não construiria um universo inteiro vazio e tendo vida apenas na Terra. Isto pode ser dito levando em consideração que a própria Ciência defende a origem fóssil do petróleo (embora esta Escola sabe que há outras correntes que negam tal coisa).
2)      Elefante aprende a falar – Comentário: Para nós da EAT, isto não é novidade alguma, não apenas porque Lewis contou que os bichos falavam ANTES da Queda de Adão (tal como os bichos falam em Nárnia), como também o próprio Deus teria dito para seus anjos, segundo Lewis: “conduzi todas as naturezas à perfeição”, e isto inclui a volta da fala para as espécies vitimadas pela Queda.
3)      Está chegando o dia do Brasil ser evangélico por inteiro: cruz credo!... Isto certamente é um sonho tresloucado das lideranças evangélicas tupiniquins, pois o nível das denominações atuais é tão rasteiro que uma “brasilização” completa do evangelicalismo seria uma verdadeira tragédia para a meta divina de fazer voltar o velho “Cristianismo Autêntico”, que Lewis chamou de “Mere Christianity”, usando expressão de Baxter. usando expressou de " de fazer voltar o velho "am ANTES da Queda de Ad
4)      Extinção humana à vista – Comentário: Um antigo filme de Hollywood (que não lembramos o nome) tratava de uma cidade onde a população diminuía cada vez mais por um estranho fenômeno ocorrendo nos epidídimos ou seminíferos dos homens do local, i.e., eles estavam ficando cada voz mais inférteis e a cidade a cada dia tinha menos gente. Isto parece estar acontecendo nesta notícia, que expressa uma queda acentuada na qualidade fertilizatória dos espermatozoides: seria este mais um sinal de que a Humanidade está no fim?
5)      Nenhum respeito com as santas – Comentário: “Toda mulher é prostituta”, segundo Ivete Sangalo. É uma tristeza ouvir isso, quando nos lembramos das santas e boas servas de Deus, que a Tradição e a História consagraram (dentre elas Maria, Isabel, Clara e até uma Elisabeth Rice Handford devem ser lembradas), e que a sociedade pós-moderna quer desmerecer a qualquer custo – aliás, ao custo da perdição da alma feminina para a grande meretriz que virá antes da parusia, que é a besta-fera do antiCristo.
6)      Michio Kaku e o clone do Neandertal – Comentário: O Grande Cientista fala abertamente sobre a Evolução das espécies, revelando que a Ciência moderna já pode “ressuscitar” o Homem de Neandertal e provar a Evolução sem qualquer dificuldade. Tudo isso é uma ducha de água fria de Deus para aplacar ou acabar com a patética intriga entre criacionistas e evolucionistas: “nós da EAT há muito tempo já fomos 'apaziguados' nesta questão, e a Evolução das Espécies é para nós tão certa quanto o Plano de salvação de Cristo.
7)      Sensacional site narniano para nossos amigos visitarem – Comentário: Eles têm promovido ótimos eventos, como este noticiado aqui. Visitemos o grupo sem demora!
8)      Talvez a Disciplina "Moral" volte à Escola – Comentário: Se nenhum dos impedimentos relatados na notícia e se o coração imoral dos envolvidos não atrapalhar o bom plano do Senador Cristovam Buarque, talvez nós da EAT possamos comemorar um retorno que já sonhávamos ocorrer há quase 50 anos, quando a disciplina “Moral e Cívica” foi garfada dos currículos educacionais deste país. Resta fazermos uma corrente de oração para que Deus permita tal retorno triunfal da Moralidade, nos moldes expressos por Lewis no livro “Mere Christianity”.


sábado, 8 de dezembro de 2012

Pergunta irônica sobre a inteligência de nosso mestre?



(“Muito inteligente para se tornar católico?”)
Perguntando se CS Lewis seria inteligente demais para se tornar católico, o site <Católicos do Brasil>   levanta uma questão no mínimo intrigante, e digna de comentários mais “cuidadosos”. Em primeiro lugar, a pergunta parece humilde, pois pressupõe não existir gente inteligente no Catolicismo Romano (denominação dos próprios autores do site) ou que os verdadeiros inteligentes ficam de fora do aprisco da Santa Sé, o que é, além de uma mentira, coisa rara de se ver em outras denominações alguém admitir tal coisa de cara limpa. Em segundo lugar, afirmar que Lewis não é católico é desconhecer completamente a amplitude do Cristianismo e do próprio catolicismo, porquanto quem quer que se alinhe à doutrina católica é católico, não importando o quanto seja mais ou menos fiel ao Papa e à Santa Sé. Logo, Lewis é católico, no sentido mais fidedigno possível, embora pertencendo a uma igreja desapaziguada com Roma (aliás, nos últimos tempos, Roma andou falando várias vezes na admissão da volta de “igrejas irmãs separadas”, dentre elas a ortodoxa e a anglicana). Em terceiro lugar, admitindo a ironia envolvida, seria uma idiotice não ser católico romano? Talvez sim, mas não é isso que defende o site: seus autores pensam que mesmo uma suma inteligência como a de Lewis, não teria olhos 100% isentos de falha, e por isso poderiam ser levados por algum pré-conceito ou miopia, a qual não veria em Roma as credenciais de igreja legitimamente fundada por Cristo. Por último, e finalmente, esta Escola não comunga com a pergunta do título, mas tão somente acorre pela pressuposição de não-catolicidade de Lewis, que é imprecisa e até falsa. Lewis é católico fiel, da Igreja Episcopal da Comunhão Anglicana, seguidor minucioso dos ritos e preceitos e cumpridor do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, sem qualquer demérito por isso. Sua não-obediência ao papa está noutro capítulo de sua espiritualidade, e em nada a afeta, conquanto obedeça fielmente à sua igreja e ao seu Deus.

domingo, 2 de dezembro de 2012

Site “Nerd Protestante” traz curiosa matéria sobre Lewis


Um interessante site de “nerds” (aquele pessoal meio gênio-meio lelé da cuca que gosta de tecnologia e invencionices) publicou há algum tempo uma matéria (veja NESTE link) na qual um comunicado dos presbiterianos brasileiros chega ao conhecimento de Lewis e ele responde com uma colocação pra lá de “estranha”, dentro da sempre vasta polissemia do linguajar de Jack. O comunicado dizia a Lewis: “temos um profundo apreço pelos seus maravilhosos livros sobre Cristianismo, e o valor que hoje eles têm. É claro que por muito tempo ansiamos por adquiri-los. Entretanto, nós não temos recursos para isso. Por este motivo, pensamos que talvez o senhor estivesse disposto a oferecê-los, assim como qualquer outro trabalho que o senhor considere apropriado para a biblioteca do nosso Seminário”. Lewis então teria respondido para a editora de seus livros, Geoffrey Bles, dizendo: “Eu não sei nada sobre estas pessoas: mas talvez seja suficiente se eu pedisse a você que os enviasse Cristianismopuro e simples e Milagres. Um presbiteriano luso-americano deve ser a mais assustadora das aves selvagens! – ou talvez eu esteja interpretando erradamente”. Portanto vê-se em nosso mestre toda a influência de seu bom humor, de suas experiências no campo (Jack sempre apreciou os bons caçadores como mostrados em “Chapeuzinho Vermelho”), de sua memória livresca (Tolkien já havia usado a expressão aves selvagens para citar povos sul-americanos) e sua singeleza de espírito, capaz de responder de bate-pronto sem nenhuma autocensura, enquanto bem orientado por sua aversão a presunções de qualquer tipo. Só uma alma humilde e em constante aprendizado pode ser sincera e ao mesmo tempo agradável, para quem pode ouvi-la.

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

SEMANA LEWIS: Nárnia desperta outras mentes


Recentemente tivemos a oportunidade de ler os capítulos finais da excelente “paródia séria” acerca das “Crônicas de Nárnia”, levada a termo por um inteligentíssimo fã de Lewis, autonominado “ro1000son”, na qual o nobre irmão “recria” toda a saga da feiticeira-branca a partir de um primórdio oculto (ou não revelado por Lewis), mostrando outras tramas engendradas por aquela que infernizou Nárnia com um inverno perpétuo, como vimos no livro “O Leão, a Feiticeira e o Guarda-roupas”. A narrativa é extremamente inteligente e remonta toda a atmosfera narniana com riqueza de detalhes, certamente cativando todos aqueles que gostaram das Crônicas, e não apenas os fãs de pouca idade. Novos personagens são apresentados com perfeita conexão para com o enredo principal, com desdobramentos tão bem pensados que não nos esquivaremos de atribuir uma estranha e elevada inspiração lewisiana em seu autor. Aliás, temos todas as condições de assim pensar, por conta e ordem de experiência semelhante acumulada na longa caminhada de leituras em Lewis, sobretudo nos estudos profundos da realidade por trás de suas supostas “ficções” (exemplo disso é o livro “O Destinograma”, que mostra o que teriam sido os capítulos finais da Trilogia Espacial, a partir de uma nova viagem a Malacandra). Agora nesta SEMANA LEWIS, a EAT rende homenagem ao seu mestre humano maior, pegando carona na brilhante criatividade do irmão Romilson e tendo a honra de apresentá-la a todos os seus alunos e amigos leitores. Romilson expôs sua obra num site de “amantes da ficção” (não necessariamente lewisiana) e por isso segue ali uma boa oportunidade de conhecer o nível e o quilate da literatura ficcional brasileira. Para conhecê-la e se deliciar com a saudade de Nárnia, pedimos a todos que cliquem NESTE link. Muito obrigado, e boa Semana Lewis a todos.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Semana Lewis - Versão 2012

Hoje se inicia a SEMANA LEWIS, de 22 a 29 de Novembro, datas de morte e nascimento do nosso mestre terreno maior, e por isso, todos os anos, esta Escola vem de homenagear aquele que não apenas nos instruiu na teologia cristã, mas chegou mesmo a ajudar na salvação de muitos, como é o meu caso em particular. Neste ano de 2012, afora os rumores sérios de que alguma coisa está em andamento nos arredores de nosso sol (Arbol), a EAT colabora com o excelente evento lewisiano no Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará (MAUFC), informando que serão ministradas 4 palestras tratando de temas sobre CS Lewis ou seu pensamento, levadas a termo por estudiosos e pesquisadores do genial irlandês. A entrada será franca, ocorrerá nos dias de 26 a 29/11 às 17:20h (horário local) e os irmãos poderão tomar todas as informações clicando NESTE link.

A EAT tem uma visão particular da obra de Lewis e jamais a escondeu de ninguém, exceto quando sua revelação poderia gerar constrangimentos ou arestas entre cristãos, motivo pelo qual Lewis também foi muito cuidadoso ao escrever, camuflando muitas verdades em linguagem estilizada ou até omitindo-as de propósito, mas convencido de que a verdade, mesmo assim, chegaria aos ouvidos preparados para recebê-la. Por causa disso tudo, e de sua participação direta na salvação das almas que tiveram o privilégio de o conhecerem, publicamos um post dizendo que LEWIS É UM MILAGRE, e ali estava uma primeira homenagem à Semana que se inicia hoje. Com efeito, e aproveitando o ensejo desta hora, a EAT lembra ao seu público uma outra homenagem, a qual os irmãos e amigos poderão rever clicando NESTE link. É isso. Viva Lewis!


quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Nosso inimigo é o ateísmo. Não o espiritismo.



(“Não é a Evolução do corpo ou da alma que nos impede a união, mas a incompreensão do processo evolucionário a partir do pensamento do Criador”)
Em uma sensacional palestra, Leonardo Boff fala de sua espiritualidade e debruça sua lógica sobre o espiritismo, afirmando que num mundo tão materialista e desespiritualizado como este moderno, onde tudo se combina para apresentar um universo vazio e um mundo à deriva, devemos dar aos mãos aos espíritas e marchar juntos, trilhando os vários caminhos que levam ao Reino de Deus (que tem a todos como Seus filhos). Ouça a belíssima palestra em NESTE link e entenda o valor da comunhão com a caridade espírita... Na verdade, nas horas em que o Reino de Deus precisa impor-se ao niilismo e à descrença generalizada (que transborda diariamente para todas as mídias), e com o cuidado pastoral de não buscar os pontos divergentes*, uma união com o espiritismo é muito bem vinda, já que é a descrença que tem levado o mundo ao caos e as almas à desesperança e à depressão. Aliás, além disso tudo, num tempo onde o próprio cristianismo (chamado por Lewis de “água com açúcar”) naufraga na descrença profetizada por Jesus (Lucas 18,8), nossa união com qualquer crença é preferível a uma amizade com o ateísmo**, ou mesmo a fazer “vista grossa” para a incredulidade. Não podemos nos esquecer que Lewis revelou que o desígnio da Criação é a condução de TODAS as naturezas à perfeição: aqui está o grande segredo... – Como um quadro do Fantástico diz, “olho vivo!”.

* = Há pontos sérios de divergência entre a doutrina cristã e o espiritismo, é verdade. Sobretudo no que se refere à reencarnação das almas e ao contato com o além. Todavia, como os antigos diziam, “quando o inimigo é maior e nos ameaça a todos, dar as mãos pode nos fazer mais fortes”. Então, entendamos nossas mãos como unidas para lutar, e não apartadas para julgar. Ou então “dadas para namorar, e não pedidas em casamento”.

** = Os ateus modernos, inclusive, já pegaram carona na PL 122 e noutras aberrações populistas e imorais e estão entrando na Justiça contra quem emitir qualquer comentário não autorizado contra a descrença. Um exemplo disso está NESTE caso em particular, publicado em 7 de setembro deste ano. O que lamentamos e nos espantamos é com a ignorância que não acompanha os últimos “toques” da própria ciência em busca da origem de tudo (Colisor de Hadrons, “Bóson de Higgs”, etc.) que, ao contrário do que se pensa, não pode mais negar a inteligência por trás das nanopartículas.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Florestas mal-assombradas também “avalizam” Lewis


Recente matéria da assessoria de turismo do site “Vida-e-Estilo” trouxe matéria sobre curiosidades, onde FLORESTAS MAL-ASSOMBRADAS deram o tom da notícia que embute um convite para um viajante conhecê-las ao redor do mundo (convidamos os nossos leitores a investigar a matéria NESTE link). Em paralelo a isso, o que nós da EAT devemos lembrar é do quanto as florestas assombradas entraram no pensamento de CS Lewis, quando ele se debruçava a “traduzir” a Revelação que Deus lhe enviava acerca de viagens no tempo e mundos paralelos. Particularmente, quem leu vai lembrar logo, os livros da série “As Crônicas de Nárnia”, em especial nos livros “Viagem do Peregrino da Alvorada” e “A Última Batalha”, trazem momentos e aventuras onde as “florestas fantasmagóricas” são abordadas com o zelo escriturístico de Lewis, seja nos pavores que as tais provocavam em alguns personagens, seja nos segredos que Aslam dali extraía para dar maior compreensão de seu Reino aos filhos de Adão e às filhas de Eva... – É isso. Quanto a nós outros, o que devemos fazer é orar para que a indústria cinematográfica leve ao ar toda a série Nárnia, na qual as florestas mal-assombradas serão mostradas com muito mais “realismo visual” do que nos livros... (Amém).

domingo, 11 de novembro de 2012

Uma revelação que sempre deve ser repassada


Num documento chamado “A terrível declaração de John Lear”, um grupo de estudiosos teve a feliz ideia de recapitular, para nossas memórias adormecidas, a história da revelação do piloto e co-criador da famosa indústria de jatos “Learjet”, em cujo nome figura uma homenagem ao seu primeiro fundador, seu pai. A ideia da recapitulação era (veja AQUI) permitir que esta geração, nascida a partir de 1990, travasse contato com uma história aparentemente absurda, mas infelizmente verdadeira, a qual dava conta de que o nosso sofrido Planeta, além de todos os males que o agridem, ainda era vítima de uma “invasão silenciosa” de alienígenas malignos, mancomunados vergonhosamente com os militares terrestres. O só citar isso já é suficiente dor para chocar as consciências mais alienadas e distraídas, que neste nosso tempo são, esmagadoramente, a grande maioria da raça humana. Porém Lear foi mais longe, e mostrou que não apenas a invasão ocorreu, mas ela se mantêm sob a proteção dos governos, e urdindo tramas macabras para com o destino humano, estando inequivocamente atreladas aos planos do inimigo de Deus (chamado “diabolus” pelas religiões, sendo ele mesmo um ET maligno aprisionado desde o magma até o cinturão lunar, conforme ensinou CS Lewis em sua Trilogia Espacial). O fato de Lear não ter divulgado uma revelação 100% precisa – ele chegou a crer que colônias humanas foram construídas em Marte – não significa que suas histórias não mereçam crédito; pelo contrário, provam que foram colhidas “in loco” e “in vero” (‘com as miragens da verdade’), e por isso foram por ele mal assimiladas. Enfim, nesta hora de total alienação das massas e de vívidos sinais de que o Segundo Sol chegou, seus atuais divulgadores acertaram “na mosca”! - O vídeo seguinte também é bastante esclarecedor, sobretudo NESTE trecho de Bob Lazar...

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Mensagem enviada ao espaço pode ter obtido resposta


Na década de 70 (1974) o Programa de Busca por Inteligências Extraterrestres da NASA (SETI, na sigla em inglês) enviou uma série de sinais inteligentes para as vastidões do cosmos, ou mais precisamente para um conglomerado de estrelas onde os cientistas supunham haver a maior chance de se encontrar alguma espécie de vida não-terrestre. Tratava-se de uma forma geométrica (um retângulo) com criptogramas especiais numéricos e gráficos, os quais poderiam mui facilmente ser decifrados, caso fosse captado pela antena de alguma civilização inteligente do espaço (veja foto). E  agora, muitos e muitos anos depois, eis que “pimba!”, a ficha caiu, e a mensagem terrestre ricocheteou ou voltou para a Terra com uma “réplica responsiva”, isto é, com uma tentativa inegável de nos comunicar a mesma mensagem do retângulo por nós enviado! Hurra! Então isto significa que a mensagem original foi captada por nada menos que uma inteligência cósmica, a qual decidiu repostar no universo a sua forma particular de entendimento do nosso retângulo, certamente na confiança de que os autores da primeira mensagem a captariam de volta e entenderiam o estranho retorno em suas antenas. Ora; isto tudo é uma notícia bombástica, capaz de acordar até os mais céticos dos astrônomos, até que todos eles recebam a censura onipresente do “Governo Oculto” que não deseja revelar absolutamente nada da vida extraterrestre para nós! É isso mesmo, e nesta tristeza encerramos a notícia, que o leitor pode ler NESTE link (*) e ficar estarrecido vendo o vídeo produzido na terra de CS Lewis (clique agora AQUI).


(*) - O autor da notícia já tinha nos mostrado o quanto sua ufologia está bem balizada pela fé cristã, quando nos enviou o seguinte texto: "Sinais dos Tempos".

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Música do Capital Inicial sem papas na língua...


O Grupo Capital Inicial lançou uma música pra lá de “agressiva” em termos de dar um “sermão à moda antiga”, ou seja, sem temer qualquer repercussão antirreligiosa desta era de descrença geral. A música traz uma poesia chocante nos moldes de “O Segundo Sol” (Kássia Eller) e “Semana que vem  (Pitty), como que juntando-se ao coro dos diversos clamores de Deus dados no Século XXI, em alerta para o fim desta civilização. A poesia não poupa ninguém, não faz qualquer atenuação à crueza dos acontecimentos que aponta e ainda direciona a memória do ouvinte para o episódio da aparição de Nossa Senhora de Fátima, a quem o título rende justa homenagem. Após ler a letra NESTE link, o leitor deve procurar entender o que está acontecendo neste momento nos quatro cantos do globo: “Diante do caos que se agrava a cada dia, o Senhor todo-poderoso se vê forçado a abalar o mundo com alertas cada vez mais graves, cumprindo aquilo que Lewis ofereceu como explicação para o sofrimento humano: “o sofrimento é o megafone de Deus para acordar um mundo surdo”. Palavra de Lewis agora é profecia... Seja na literatura ou na música...

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

UFOLEAKS divulga vídeos do StudioJVS – Profecia está valendo

Site Ufoleaks prestigia e dignifica trabalho do StudioJVS divulgando alguns vídeos ufológicos do acervo desta Escola, contribuindo não apenas para espalhar a ufologia, mas para fazer circular “posts” do estúdio de audiovisual da EAT. Ficamos, desde já, mui gratos pela deferência e distinção, nos prontificando a acompanhar, passo a passo, as postagens do Ufoleaks. Um dos nossos vídeos ali postados é um achado histórico da EAT, e se chama “UFO em Show da Esquadrilha da Fumaça em Fortaleza” e se encontra NESTE link.

[Aproveitamos o ensejo para sugerir, nesta época de boataria profética acerca do fim do mundo, que os nossos leitores conheçam bem A PROFECIA NARNIAL, traduzida ao mundo pela genial instrumentalidade de CS Lewis, para quem a sina de estar no lugar certo e na hora certa (e ouvindo as fontes certas) possibilitou toda a revelação das Crônicas de Nárnia para o nosso tempo, sem que nenhum cientista possa desdizer ou relativizar a sua profecia bombástica. Convidamos os leitores a clicar NESTE link para conhecer a profecia mais apropriada para esta época].

domingo, 21 de outubro de 2012

Blog de colega da Paraíba defende o Multiverso

O pesquisador e ufólogo Sá Castelo divulga no seu site diversas matérias sobre temas avançados na Ciência, tais como a “Viagem no Tempo” e a “Teoria do Multiverso”, além de expressar com insistência a sua fé católica e seu “orgulho” de pertencer a um estado virtuoso como a Paraíba. Divulga sua fascinação pela pesquisa paleontológica e convida a todos para visitar a cidade de Sousa, na qual um dos melhores e mais “ricos” sítios arqueológicos do mundo pode ser visitado durante todo o ano, encantando tanto pesquisadores e turistas em viagem cultural, quanto curiosos de mistérios científicos. Sua página oficial traz boa matéria sobre a “Teoria M”, última febre de estudo da Física Teórica, e esta Escola recomenda a seus alunos e amigos uma visita ao BLOG DO CASTELO (NESTE link), com o qual guardamos muitas afinidades. Parabéns ao Castelo! Os amigos que quiserem conhecer a “Teoria M” queiram clicar, por favor, NESTE outro link.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Depois dos 4 sóis e da estrela de diamante, um planeta é pinto...


Duas notícias-bomba na Astronomia chegaram ao nosso conhecimento. Vejam a primeira. Esta Escola já havia escrito sobre a Estrela de Diamante, que os astrônomos descobriram há alguns anos (em 16 de junho de 2009) e ficaram atônitos, pela beleza e caráter extraordinário da descoberta, que veio provar que aquilo que a Humanidade tem como muito valioso em razão da raridade, na verdade pode ser tão comum no universo que se provam ridículas todas as chamadas “corridas pelo ouro”; ouro, aliás, muito mais comum do que se pensa, já que é produto direto das estrelas (no que Lewis chamou de “sangue estelar”). Agora temos um planeta de diamante, e a lista certamente não terá fim. A OUTRA DESCOBERTA, tão extraordinária quanto, trata de um planeta que orbita em torno de 4 (quatro) sóis, num fenômeno que a Ciência Oficial julgava impossível pelas leis até então conhecidas. Veja a notícia NESTE link. Finalmente, o que estas notícias nos dizem com eloquência é que o universo (o Multiverso) na verdade é um gigantesco mecanismo sob um comando inteligente e voluntarioso (i.e., seguindo uma vontade consciente), pois, ao invés de seguir frias leis aleatórias, cumpre fielmente os desígnios de seu Criador, que “pinta e borda” como lhe aprouver, como diz a sua Santa Palavra. Quando a Ciência reconhecerá isso? (Se já não tiver reconhecido por debaixo dos panos)... Em breve, quando os céus se desfizerem ante seus olhos atônitos e as estrelas caírem do firmamento aos pés de um Leão em forma de Cordeiro...

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Um estranho desejo surgido logo agora...



Holandês estaria se preparando para o fim do mundo?
Coincidência ou não, nesta era da história da Humanidade em que incontáveis profetas alardeiam a chegada dos últimos dias (talvez a chamada “Grande Tribulação”), um multimilionário holandês tem a estrambótica idéia de reconstruir a Arca de Noé (para muitos uma ótima idéia) e com ela abrir o questionamento inevitável dos seus fãs, amigos e observadores acerca do real interesse dele para com a obra!... Porquanto é impensável uma construção dessas sem que todos fiquem a se perguntar se não estaria o figurão a imaginar uma fuga de novo dilúvio (aliás, dilúvio não, e sim uma onda de tsunamis globais arrasadores, para quem uma nova arca daria o sentido de escapar ileso como escaparam Noé e sua honrada família) abençoada por Deus. O leitor deve ver a notícia NESTE link. Pois bem. Nosso pensamento é que podemos concordar com tudo (mudança de era, Grande Tribulação, tsunamis globais, etc.), mas a idéia de que uma nova arca ajudaria a atrair os olhares de Deus para uma proteção especial aos afortunados embarcados naquele enorme barco não tem cabimento, tanto porque Noé certamente não enfrentou tsunamis (que afundam até enormes navios de aço*), quanto porque o único meio de escapar da hecatombe será através de perfeitos arrebatamentos do Senhor, operacionalizados pelos seus santos anjos, que recolherão os justos nos quanto cantos da Terra (Mt 13,39-41). Até mesmo a idéia ufológica de abduções não cabe aqui, pois estas confundiriam o povo de Deus e os exporia ao risco de serem levados por anjos maus. Finalmente, o que obriga a uma reflexão é a hora do arrebatamento: se ANTES ou DEPOIS da Grande Tribulação: a maioria dos cristãos acredita no ANTES, o que não é garantia 100% segura de se constituir em verdade definitiva.

_________________________________________________
(*) Há quem diga que a arca de Noé não era um navio, e sim um submarino, e por isso pôde sobreviver às ondas gigantescas. Procure pelo tópico “A Arca de Noé” NESTE link.

sábado, 6 de outubro de 2012

Ciência avançando e fuçando o mundo onde coisas estranhas acontecem


Em matéria bem fundamentada e arrojada (veja aqui), estudiosos mergulham fundo nos mistérios de Deus e estão vindo a público expor uma acurada pesquisa científica sobre os “Emaranhados Quânticos”, os quais estão bem no centro das teorias mais complexas da Física Quântica. Dentre estas, destaca-se no texto aquela chamada “Teoria do gato morto-vivo” (objeto de investigação e formulação por um gênio da ciência citado por CS Lewis, Erwin Schrödinger), e além dele sobressai-se a definitiva “Teoria-M” ou “Teoria-do-tudo”, cuja bagagem vem provando a existência de múltiplas dimensões naquilo que já se chama de “Multiverso” ou espaços multidimensionais, que Lewis também comentou em sua Trilogia Espacial. Para esta Escola, estas notícias chegam com um brilho celestial felicíssimo e cheio da Graça, pois outorga um caráter de seriedade científica irrefutável às posições defendidas por seu corpo docente, desde a sua fundação. Neste mister, sente-se abraçada e irmanada com todos os seus membros e alunos, bem como com instituições internacionais de astronomia e cosmologia, deitando-se no berço esplêndido do dever cumprido de bem informar. Como dizia o professor Costa Matos, “nenhum mistério é decifrado sem apontar para outros mistérios igualmente silentes e difíceis, e isto quando o Senhor não os reservou para sua exclusiva Revelação no futuro”, o que não nos exclui da oportunidade de vislumbrá-los e nem nos exime do dever de confabular sobre eles.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Sobre a questão da cegueira humana e os 5 sentidos

Muito já se disse sobre as limitações frustrantes do cérebro humano, em cujo interior penetram apenas dados filtrados pelo pente fino dos cinco sentidos, os quais, longe de significar uma vantagem intelectual, impedem a entrada de muitíssimas sapiências e informações, todas úteis e necessárias à caminhada de um animal racional sobre a face da Terra, um planeta afinal “perigoso e perdido num quintal do cosmos”. Entretanto, este dado da limitação dos 5 sentidos agora conta com um aliado forte em defesa de sua argumentação, e por sua precisão e contundência, esta Escola vem de sugerir sua assistência, não apenas para seus alunos, mas para o público em geral. Trata-se de um sensacional vídeo acerca do assunto, o qual aborda, além do tema supracitado, uma série de outras informações riquíssimas sobre a mente humana, abrindo horizontes para a visão da imensa deficiência cognitiva de nossa estrutura ontológica, inobstante este mesmo dado prove o quanto já avançamos nesta estarrecedora constatação. O leitor interessado deve assistir ao excelente vídeo clicando NESTE link, escutando-o com toda a atenção que ele merece.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Cérebro também aprende dormindo



Pesquisa da BBC mostra que Dr. “T” estava certo


Recente pesquisa divulgada na Inglaterra (veja NESTE link) vem lembrar que Dr. “T” estava certo. Dr. James “T” Mangan, grande fundador da "Nation of Celestial Space" ou simplesmente “Celestia”, deixou claro em seu bombástico livro “O segredo da vida abundante” que nosso cérebro aprende pelos mais diversos meios, inclusive através do sono, sem qualquer participação do “eu-consciente”. É como se o objetivo maior da criação (“aprender”, segundo o poeta Costa Matos) tivesse sido encomendado por Deus com tamanha antecedência e interesse que o Criador nem sequer fez questão de distinguir EM QUÊ ou ONDE o aprendizado entraria, como se a natureza inteira fosse uma grande Escola e seus átomos seus professores! Ou seja: isto é a verdadeira “pan-Educação” no mais refinado sentido!. E mais: Mangan explica com maestria e minúcia o quanto a mente inteira, sobretudo por meio DOS SONHOS, acumula vasta rede de conhecimentos universais, de tal modo que se uma pessoa morresse sem jamais ter podido mover os braços e as pernas (tendo passado a vida inteira numa cama), ainda assim sairia da vida com uma grande bagagem cognitiva, a ponto de o Juízo de Deus poder lhe arguir, sem qualquer omissão, acerca de suas razões pessoais e implicações do que aprendeu. É a prova de que quando a Bíblia diz que TODOS compareceremos perante o tribunal de Cristo (2 Co 5,10), não haverá para Deus nenhuma dificuldade de dialogar com as almas (inclusive cobrando-lhes responsabilidades) e ninguém será culpado ou salvo sem que uma boa explanação recíproca não seja apresentada (É isto que aponta Isaías 43,26).

sábado, 15 de setembro de 2012

Caso prova que saúde mental independe do estado do cérebro


Ao contrário do que se sabia acerca do cérebro humano, a saúde mental não está necessariamente ligada à higidez ou perfeição encefálica, podendo existir em condições precárias ou insuficientes, “dentro de um mínimo de espaço de atuação de Deus, onde o Espírito Santo possa atuar e falar”. Isto ficou provado no episódio do operário que teve o crânio trespassado por um vergalhão numa obra no Rio de Janeiro (veja NESTE link) [coisa que estranhamente quase se repetiu aqui], cujo estado final, de absoluta saúde física e mental, provou que maior é aquele que está em nós do que aquele que está no mundo. É óbvio que não pensamos que o espaço físico dos neurônios e dos miolos seja o lugar onde o Espírito de Deus age no interior da mente humana, porque o Espírito é espírito e não precisa de espaço algum, assim como os verdadeiros adoradores não precisam de templo (Jo 4,20-24). Além do mais o Espírito sopra aonde quer (Jo 3,8) e não há um lugar onde não possa ir, como sabemos por nosso Credo Escatológico (Salmo 139,7-10). Isto pode dar margem a algumas conclusões estarrecedoras: (1a) Fetos anencéfalos podem ter uma chance de viver normalmente no meio da sociedade, o que torna o seu aborto um assassinato como outro qualquer; (2a) A morte do coração ou mesmo do cérebro pode não corresponder à morte do indivíduo, e por isso a doação de órgãos deve ser revista com cuidado; (3a) A localização da consciência pode não estar no cérebro ou ter uma localização “flutuante”, dependendo do tempo que resta para o cumprimento da missão determinada pela vontade de Deus; (4a) E outras a pensar, como a da inteligência animal e a da Evolução das Espécies. Finalmente, o que devemos ter em mente é a conversão de entrega total do coração a Cristo, pois este é o único processo onde o homem passa a ser, milagrosamente, uma parte "viva" da mente de Deus, e por isso não mais vive ele, mas Cristo nele vive.

domingo, 9 de setembro de 2012

Por que somos obrigados a dizer que temos uma igreja?

Uma das piores condições da ignorância e presunção daqueles que são membros das chamadas “igrejas pós-modernas”, sobretudo das neo-pentecostais atreladas à teologia da prosperidade, é a intransigência intolerante para com quem não estiver devidamente “engajado” à vida religiosa dos templos de uma denominação. Tais indivíduos, usuários de viseiras eclesiais, engoliram sem qualquer exame lógico, apenas as razões de quem freqüenta templos, e não outras, que podem ser tão grandes ou maiores do que as deles para não estarem engajados. A decadência e o descaso com a Educação, tanto em estrito quanto em lato senso, que nós mesmos há décadas acusamos como responsáveis pelo estado simiesco das mentes pós-modernas (que gerou um país com um dos maiores índices de analfabetismo e incapacidade de interpretação do mundo), é também o responsável por este “pré-conceito” eclesial, típico de lideranças religiosas venais e populistas, para quem a precariedade da Educação é forte aliada dos planos de enriquecimento e inchamento de seus templos-empresas. Fica evidente que, entre almas letradas e sábias, o desengajamento ao templo jamais significará falta de espiritualidade ou mesmo inferioridade discipular, porquanto a consciência das virtudes anímicas estão presentes e a liberdade do Espírito Santo é a responsável pelas missões extra ou para-eclesiais. Entre as almas iletradas, a única idéia assumida é a de desvio da fé ou mesmo não-conversão, tal como pensam as lideranças de suas igrejas, que se interessam justamente por multidões que apenas freqüentem templos, conquanto signifiquem opulência de dízimo$. Isto posto, esta Escola vem tocar neste assunto não apenas por causa de afiliados e alunos que sofrem este “pré-conceito” na sociedade, mas porque o tema tem sido e deve ser cada vez mais batido nestas plagas tupiniquins, ou enquanto durarem as vozes da geração que ainda está viva e única capaz de trazer a verdade para a juventude e as massas de manobra que interessam aos pastores de hoje. Acerca do assunto, duas vozes têm se levantado estes dias com maestria, uma delas associada à EAT, o nosso nobre irmão Arthur Acastro Egg Neto (Tuco), fundador do site "A Trilha". A outra voz, respondendo à mesma questão em seu site, é a do irmão Eliel Vieira, e pode ser lida clicando-se NESTE link. Para nós da EAT, foi o melhor artigo-resumo de resposta aos modernos crentes, aqueles que esqueceram de botar a palavra IGREJA no lugar da palavra SÁBADO no versículo Marcos 2,27.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Batistas querem “simplicidade”???


Imaginem vocês que os batistas, tomando como exemplo o Cristianismo “puro e simples” de CS Lewis (título flagrantemente equivocado e traduzido em desacordo com o capítulo II deste mesmo livro, chamado ‘A Invasão’), vêm a público informar que querem simplicidade ao evangelho pregado hoje em dia, como se o atual cristianismo água-com-açúcar não passasse de um arremedo simplório do livro de Lewis, o qual, ao contrário, critica a água-com-açúcar e afirma justamente o oposto, a saber, que o Cristianismo Autêntico é muito difícil e complicado (II Pe 3,16), e ao ser assim nada mais fez que refletir com realismo a realidade do próprio Deus, ao contrário daqueles que andam, segundo Lewis, “inventando religiões simplistas” contra as quais não podemos competir em simplicidade e apelo barato ao povão. Triste quadro geral que vemos no cristianismo pós-moderno, que sempre nos surpreende pelos maus frutos colhidos das incongruências do próprio povo brasileiro, que é historicamente indolente, enrolador, interesseiro e alienado das coisas de Deus. O que os batistas deveriam estar buscando era justamente seguir CS Lewis a risca, ou seja, ensinando o Cristianismo Autêntico em suas igrejas e pregações, contribuindo para dissipar as trevas de todas as ignorâncias deste nosso povo, a começar do próprio analfabetismo e da falta do hábito da leitura. Fica aqui o nosso espanto pela notícia expressa no título deste post.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Lewis é chamado “Herói da Comunicação na igreja”...

O site cristão “GOSPEL+” publica, pelo irmão Everson Barbosa, um aspecto da genialidade de CS Lewis de um modo inusitado, pois eis que ele não teme qualquer represália por parte das instituições religiosas e vai em frente, apontando Lewis como o homem que não apenas pode instruir de teologia e espiritualidade as frágeis igrejas da pós-modernidade, mas também como único capaz de cumprir à risca o versículo de São Pedro, aquele que nos diz para darmos resposta a qualquer alma que nos venha perguntar acerca da razão da esperança que há em nós. Lewis é colocado como um pregador completo, que não apenas atende aos questionamentos da erudição, mas também traduz a complexidade do Plano de Deus para uma linguagem mais capaz de atender ao cristão nominal pouco instruído. Além de tudo isso, é considerado como um auxiliar indispensável aos pastores de hoje, que não estão mais alimentando as ovelhas com alimento sólido e por isso possuem rebanhos fracos e dependentes de cerceamentos drásticos das lideranças, para não debandarem para outros apriscos de heresias e ensinos de demônios. Outrossim, o artigo (muito bem pensado) permite entrever, sem medo de ser feliz, a postura de revolta do autor para com os rumos do cristianismo moderno, que Lewis chamou de água-com-açúcar. Neste mister, vem se irmanar com a visão desta Escola no quesito “frequência à uma igreja que alimente e se deixe alimentar”: o leitor é convidado a ler o artigo do irmão Everson clicando NESTE link. Finalmente, um convite ao irmão Everson será encaminhado para uma possível filiação dele à nossa Escola, fortalecendo este pequenino rebanho que dá sustento ao tempo presente e ao qual Deus se alegrou em dar o seu Reino.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Como educar sem usar a Bíblia?

Uma recente reportagem no Yahoo (veja NESTE link) tratou da questão daquelas crianças levadas que, após todas as aparentes “boas soluções” da Pós-modernidade (como a “educação do diálogo” e a “lei da palmada”), apresentam o comportamento extremo de DESEJAREM SER CASTIGADAS, ora por zombar dos pais, ora pela inocuidade dos castigos, ora pela ausência de bons exemplos de outros lares onde as crianças pintam e bordam e põem seus pais no bolso. Neste caso, quando as crianças, após todo diálogo e paciência dos pais, são colocadas de castigo e terminam por descobrir que este não machuca em nada e, pelo contrário, permite certa diversificação nas atividades e até uma melhora no seu ambiente mental (como quando acontece com meninos que são obrigados a ficar sentados numa cadeira e pegam seu netbook e passam a brincar com seus joguinhos eletrônicos), o que mais resta para educar ou mostrar a diferença entre o certo e o errado?

Eis que surge a pergunta irrespondível para a Pós-modernidade: Como educar sem usar a Bíblia? Ou como criar um ambiente respeitoso sem as instruções da Palavra de Deus?.
Ora, o caso tratado na matéria do Yahoo vem bem e calhar, pois nos remete ao extremo das crianças para quem NENHUMA instrução tem serventia, e nem mesmo o castigo resolve! E é justamente para educar este tipo de criança que a Bíblia tem a instrução salvadora, pois o próprio Deus, em sua santa Palavra, diz que existem mesmo casos onde “só a dor resolve”, tal como para muitos adultos também só o sofrimento muda o caráter. CS Lewis até cunhou uma frase memorável sobre isso, dizendo “o sofrimento é o megafone de Deus para acordar um mundo surdo”. Logo, se a criança NÃO OUVE NADA, e teima em se manter na insensatez contra seus pais, e estes sabem – por experiência própria com o sofrimento – que mais cedo ou mais tarde o mundo irá cobrar dela a sua rebeldia com juro e correção monetária, o único recurso para evitar que O MUNDO lhe dê a lição que faltou em casa é os pais usarem de força para educar. Ponto. Porém, como estamos falando para quem acessou nossa Escola, julgamos desnecessário dizer que “usar da força” é, por um lado, um ato muito bem pensado e comedido, e jamais pode ultrapassar aquilo que o corpo de uma criança pode suportar; e, ao mesmo tempo, por outro lado, é um ato que não pode deixar de fora o sentido da dor, pois é isso mesmo que ela irá encontrar no mundo se continuar a desobedecer aos pais e ao bom senso. Finalmente, para não faltar com o exemplo, um casal amigo de nossa Escola nos disse que educou seus filhos à base de “maços de jornal enrolados em fita gomada” (chacoalhados nas pernas, braços ou costas dos filhos quando estes “pediam pra apanhar”, para bom entendedor), embora soubessem que a Bíblia menciona “varas” ou “varetas finas” para validar o sentido da dor na educação dos filhos, pois estes muitas vezes zombavam dos pais dizendo que “as jornaladas não doem!”. Isto é um assunto para reflexão séria, pois a violência urbana atual pode ser um reflexo direto da má educação ou da falta de educação.

sábado, 18 de agosto de 2012

Há muito tempo a Igreja crê em ETs...


Há muito tempo a Igreja antiga crê em ETs e a moderna tenta negar isso, certamente movida por estranhas alianças no submundo dos interesses financeiros ou políticos (o leitor pode comprovar isto clicando NESTE link). Tal negação não consegue, entretanto, abafar a sensação de que algo está sendo escondido do povo, uma vez que os estranhos sinais da Ufologia estão chegando aos 4 cantos do mundo, desde que as câmaras fotográficas se popularizaram, e depois os vídeos e os DVDs. Porquanto a nossa geração tem o privilégio de conhecer, diretamente, aquilo em que os antigos acreditavam com tanto fervor, e ainda guardar evidências oculares dos estranhos eventos estudados pelos ufólogos. Sem analisar a enormidade de fraudes que a tecnologia moderna de som e imagem agora permite, deve-se discutir a razão pela qual a Igreja nega tal realidade aos fiéis, uma vez que a própria Bíblia é pródiga em expor a vida extraterrestre aos olhos do homem moderno, embora com a linguagem típica da época não-tecnológica onde os fenômeno se deram. Nossa opinião é que a Igreja, conquanto mantenha agora certo distanciamento dos governos, ainda se nutre destes para garantir sua sobrevivência enquanto instituição, e por isso se vê obrigada a silenciar suas pesquisas e achados acerca da vida alienígena, seguindo a ordem de não gerar pânico no mundo alienado em que vivemos. Pior: a revelação da vida extraterrestre talvez pudesse se virar contra a própria Santa Sé, uma vez que muita gente talvez não fosse entender porque a doutrina cristã é tão “moralista”, enquanto um “deus-astronauta” qualquer supostamente conta que seu planeta “não precisa de moral nenhuma!” (a rigor não precisa mesmo; só que o detalhe do “por que não precisa” não é divulgado na Terra, estranhamente, enquanto noutros planetas o caráter santo de suas criaturas dispensa qualquer “lei” – ou seja: o detalhe da santificação é omitido drasticamente, e por isso revelar a verdade pode gerar pânico, ou melhor, revolta, contra a Igreja!). Durma-se com um barulho desses...

domingo, 12 de agosto de 2012

Sola fide, sola gratia e sola scriptura: Novo livro do prof. JV

Já está disponível na Web o novo livro do Prof. JV, para conhecimento dos nossos alunos e amigos. O livro trata de uma questão complicada e polêmica, a saber, “os cinco sola”, ou seja, os cinco lemas básicos da Reforma Protestante, numa visão sem qualquer proselitismo e sem papas na língua, e, neste sentido, uma obra inédita e rara, já que só se encontram obras a favor (quando escritas por autores protestantes) ou contra, quando escritas por católicos romanos. É um texto, portanto, cuja leitura só pode ser feita com o necessário preparo emocional (e talvez intelectual) para evitar que um aborrecimento, um mau juízo e sobretudo um pré-conceito sectário não venha a impedir um conhecimento que se faz mister numa época de grande confusão doutrinária e religiosa. A Escola de Aprofundamento Teológico entrega o livro com satisfação, coragem e honra, feliz por contribuir com a iluminação de um tema até então prejudicado pelas pertenças de cada leitor a igrejas que têm interesses a zelar, as quais nem sempre auxiliam na elucidação da verdade. Urge adiantar, por isso mesmo, que não há ali qualquer proposta de filiação à igreja “x” ou “y”, pelo contrário, há um esclarecimento necessário para que cada alma se sinta mais segura em sua decisão eclesial, garantindo uma consolidação para quem já se sentia seguro, e uma revisão de postura para aqueles que já estavam inseguros da exatidão doutrinária de sua denominação. Por seu reduzido tamanho “pocket” e por sua esclarecedora síntese, o livreto poderá ser até um Guia de Consulta Rápida para professores de escolas religiosas ou evangelistas, por sua facilidade de acesso e consulta. Como tudo o que esta Escola produz, o livro também está baseado em CS Lewis e a ele presta homenagens indiretas. Leitura recomendada.

Links de acesso:


quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Razões para crer na Ressurreição (Mais um livro na praça com espírito lewisiano)

O pesquisador e escritor José Miguel Garcia escreveu um extraordinário “livro-relatório”, cujo teor, embora se apresente como um apanhado histórico-relatorial, traz a grata surpresa de tecer análises profundas da teologia cristã, sobretudo no que concerne à discussão dos temas sagrados da Ressurreição e da Vida após a morte. O livro se chama “As origens Históricas do Cristianismo” e é uma publicação das “Edições Tenacitas”, de Coimbra, do ano de 2007 (1a Edição), e tem este único inconveniente de ser escrito no português de Portugal, dada a origem do seu autor. Todavia, como uma de suas passagens é de importância capital para a fé cristã em geral, convidamos o leitor a clicar NESTE link para ler um resumo de profunda sapiência do autor (realizado pelo Pe. Pedro José), fazendo aquilo que chamei de “CONSOLAÇÕES DA FÉ” e cumprindo obra exponencial do Espírito Santo. Neste resumo, quem tiver fé vai se sentir extremamente reconfortado em sua visão da Pátria Celestial, e quem não tiver fé vai “balançar nas bases” para encontrar algum contra-argumento espúrio ou para engolir a lógica de mudar para melhor. Quem puder pedir o compêndio via Internet, ou se tiver chance de contatar algum amigo em Portugal, recomendamos com louvor a leitura desse livro. Caso o leitor queira se aprofundar no tema da vida após a morte, nossa Escola tem dois livros próprios em sua biblioteca, e eles podem ser encontrados no Google pelos seus títulos. O primeiro se chama “O Grande Divórcio do Egocentrismo”, e o segundo é “Você é um fantasma e não se enxerga”. Boa leitura: o material é farto...

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

O tiro saiu pela culatra (para variar)


Revista científica pensou em dar um “golpe de misericórdia” contra a crença em Deus e nada mais fez que oferecer um conjunto de argumentos sólidos para a crença numa inteligência criadora do universo (multiverso). Certamente munida das armas mais ferinas da crítica antiteológica, os cientistas bem pagos desfilaram toda a sua sapiência sintetizadora das descobertas mal sacadas das observações planetárias e astronômicas, acreditando ao inverso, ou seja, confiando que os dados apontavam para uma ausência sepulcral na imensidão cósmica, na velha cegueira que move o saber desde a época da Revolução Industrial (veja as descobertas NESTE link). O tiro saiu pela culatra (para variar). As “provas” da sublime ausência e da ilógica acasualidade nada mais fazem que indicar a intenção secreta por trás da vida humana, cuja existência jamais seria possível sem que o universo não tivesse sido premeditado para concebê-la, e a intencionalidade é também prova de personalidade. Portanto, uma pessoa estaria por trás de todo o desígnio e destino humano, como aquela que desejou e planejou compartilhar a sua existência junto com suas criaturas. Como Eugene Mallove certa vez declarou aqui, e Michio Kaku outra vez declarou aqui (veja NESTE link), as evidências de uma intenção estão espalhadas por toda parte, e a descrença só se justifica pela liberdade de crer (em qualquer coisa) ensejada por Deus, já que não crer é crer no inverso. Finalmente, o arrolamento de tais provas deve ser encarado como uma bênção para nós que cremos, e isto se auto-explica sem nenhuma dificuldade.

sábado, 28 de julho de 2012

“Aquela” força medonha: De onde vem a força que transforma ministros religiosos em pedófilos?

Em recente matéria no Yahoo Notícias (veja NESTE link), o Papa vem dizer que a pedofilia acaba com a credibilidade da Igreja. A pergunta que suscita de imediato é: “Será que era preciso um Papa (para) dizer isto?”... Obviamente que não. Isto é a verdade mais óbvia e clara de todas as que estão afetando a Igreja pós-moderna!. Por isso, nosso título tem uma pergunta melhor: “De onde vem a força que transforma ministros religiosos em pedófilos?”. Arriscamos uma resposta que também nos parece óbvia: “vem da degradação moral do mundo e da depravação nos meios de comunicação de massas, as quais, facilitadas pelo inconsciente coletivo e pela perversão do instinto sexual, não poupam ninguém!”. Porquanto agora está claro o grau de influência de um mundo erotizado sobre as consciências individuais de quem quer que seja, já que afeta até padres e pastores. Por isso esta Escola reitera com frequência o conselho (visto até em nossa home-page) que diz: “desligue a TV e leia um bom livro”, embora saiba que dizer isso hoje em dia já virou sermão aos peixes e que nenhum vício, depois de longos anos de fixação, se vence sem dor e sacrifício; muito pelo contrário, tende a fixar-se cada vez mais, de um modo tal que só Deus pode ajudar, junto com a boa vontade do viciado. Finalmente, CS Lewis explicou muito bem esta questão da depravação do instinto sexual, e o fez sem nunca ter assistido a um só capítulo das novelas brasileiras! – Em nosso lamento, dizemos: “Deus tenha pena desta geração, onde até seus pastores jazem na lama de porcos e porcas, deixando o povo como ovelhas sem pastor”.